UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/09/2009 - 09h08

Portugal Telecom quer transformar Timor Leste em referência

Díli, 22 set (Lusa) - O presidente executivo da Portugal Telecom, Zenal Bava, apresentou nesta terça-feira na capital Díli o plano estratégico da Timor Telecom (TT), que passa por novos serviços, tecnologias e imagem da marca.

Bava, o primeiro presidente executivo da PT a visitar o Timor, apresentou o plano estratégico ao primeiro-ministro timorense, Xanana Gusmão, e manteve encontros de trabalho com o vice-primeiro-ministro Mário Carrascalão.

Além disso, ele apresentou o plano aos restantes acionistas da TT: Fundação Oriente e Fundação São José, com as quais forma a TPT SA (54% do capital), o Estado timorense (20,59%), a Vodatel (16,9%), e os empresários timorenses Óscar Lima e Júlio Alfaro (ambos com 4,25%).

A ampliação da rede fixa e móvel está entre as prioridades, assumindo o objetivo de atingir já até ao final do ano os 300 mil clientes, contra os atuais 220 mil. Contudo, a ambição da TT é tornar o Timor numa referência nas telecomunicações do sudeste asiático, tornando-se como que uma base do grupo PT na região.

Essa estratégia vai obrigar a um forte investimento no reforço da infra-estrutura de telecomunicações do país, através da ampliação da cobertura fixa e móvel. Entra as ações está a expansão da cobertura 3G a todos os centros urbanos, a pulverização da sua rede comercial e a construção de um cabo submarino para ligação de Timor-Leste à rede de dados internacional.

A nova estratégia implica também uma nova equipe de gestão na TT e o lançamento de uma nova imagem da empresa, que também foi apresentada hoje.

Comunidade

A empresa do grupo PT vai apostar no desenvolvimento da sociedade de informação, com instalação de pontos de internet e telefones comunitários.

O lançamento de Centros de Informação Comunitários é um dos instrumentos que vão ser usados para massificar o uso da internet, proporcionando à população, especialmente às crianças, a possibilidade de terem acesso às tecnologias de informação.

O plano estratégico contempla o desenvolvimento de soluções para ligação à rede de dados internacional através de cabo submarino, o que permitirá ligar Timor a uma rede de alta velocidade com a Austrália, Ásia e Europa.

A expansão em fases da cobertura 3G a todos os centros urbanos, a par da expansão da própria rede fixa, é outro dos projetos, contando alcançar em quatro anos uma cobertura de 90% da população.

Marca

Para captar a adesão dos timorenses, a TT pretende revolucionar a sua estratégia comercial, tornando-a mais agressiva, sobretudo através de tarifários sem carregamentos obrigatórios, cartões de recarga com valores reduzidos, e novas ofertas e tarifários de acesso à internet de banda larga.

Em termos de visibilidade pública, todas essas transformações contam com uma nova marca "ajustada ao novo posicionamento da empresa que se pretende mais dinâmica e pronta para se afirmar enquanto operador de referência", segundo a PT.

Na nova imagem são mantidos os dois "t", simbolizando os clientes como centro da atividade e numa linha de continuidade com o logo antigo, mas muda a cor e o desenho das letras, para acompanhar o impulso de modernidade, num compromisso com a tradição, ilustrado pelo símbolo mitológico da ilha, o crocodilo.

Especialmente direcionado para os jovens, surge um jingle apresentando uma nova assinatura da tt com um ritmo forte.

A PT detém uma participação majoritária e a gestão na TT, que goza de uma situação de monopólio em Timor, tendo sido pioneira no investimento no país e assumido o risco de criar de raiz toda a infra-estrutura e o sistema de telecomunicações.
Hospedagem: UOL Host