UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

25/09/2009 - 08h35

PIB da zona do euro vai encolher 4% neste ano, diz estudo

Lisboa, 25 set (Lusa) - A economia dos 16 países que constituem a zona do euro deverão sofrer uma contração de 4% neste ano e crescer 0,8% no próximo ano, indica um estudo da European Forecasting Network.

"No entanto, como o desemprego continua a subir e a política orçamental dos países membros [da zona euro] com déficits elevados vai tornar-se mais restritiva, antecipamos que o consumo privado decresça 0,5% em 2010", diz o relatório "Outlook Econômico para a zona do euro em 2009 e 2010".

O documento mostra que o maior desafio das políticas europeias é saber responder ao final da crise.

"O maior risco para a economia mundial é que as políticas [econômicas] não se consigam adaptar ao ambiente pós-crise", diz o estudo, que segue assim os receios das instituições internacionais que têm alertado para a necessidade retirar os apoios estatais à economia conforme os indicadores melhorem.

Assim, o relatório aponta que os principais desafios para os governos da região são, por um lado, "encontrar o timing correto para reduzir as políticas extremamente expansionistas e os apoio públicos ao setor financeiro" e, por outro, "a reforma da regulação do sector financeiro, que tem o potencial de desestabilizar a confiança" dos agentes econômicos.

A zona do euro é constituída pela Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Holanda e Portugal, que representam cerca de 320 milhões de habitantes.
Hospedagem: UOL Host