UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

01/10/2009 - 12h53

Cassinos de Macau podem bater recorde de receita em 2009

Macau, China, 1º out (Lusa) ? Os cassinos de Macau podem bater recorde de receitas em 2009, após registrarem, em setembro, um crescimento de 53% em relação ao mesmo mês do ano passado e depois que as receitas acumuladas de nove meses foram praticamente idênticas.

Dados preliminares das seis empresas operadoras de jogo em Macau aos quais a Agência Lusa teve acesso indicam que as receitas brutas de setembro totalizaram cerca de 10,8 bilhões de patacas (928,4 milhões de euros no câmbio atual), valores que significam um crescimento de cerca de 53% em relação ao mesmo mês de 2008.

Já as receitas acumuladas entre janeiro e setembro ultrapassaram 83 bilhões de patacas (7,134 bilhões de euros), uma queda de cerca de 2% em comparação com os primeiros nove meses de 2008.

Caso seja mantida a tendência de estabilização entre os 9,5 bilhões e os 11 bilhões de patacas (entre 816,6 milhões e 945,6 milhões de euros) de receitas brutas nos cassinos de Macau até o final do ano, em 2009 será registrado um novo recorde de receitas nos cassinos e em todo o setor do jogo, que inclui loterias, apostas de futebol e de basquete.

O último trimestre de 2008 observou uma receita global de jogos de fortuna e azar de 24,078 bilhões de patacas (2,070 bilhões de euros), valor que as médias dos últimos meses de 2009 permite ultrapassar e encerrar o ano com receitas anuais globais ligeiramente superiores às de 2008 ? 109,826 bilhões de patacas (9,44 bilhões de euros).

Ainda em relação a setembro e considerando os dados preliminares disponíveis nos operadores, a Sociedade de Jogos de Macau de Stanley Ho reforçou sua liderança, ao conquistar uma fatia ligeiramente superior a 30%, seguida pela Las Vegas Sands com uma participação inferior a 20%.

A Melco/PBL, controlada por Lawrence Ho, filho de Stanley Ho, assegurou neste mês a terceira posição e mais de 16% do mercado, enquanto a Wynn permaneceu em quarto lugar, com cerca de 14%, e a Galaxy Resorts e a MGM, administrada por Pansy Ho, outra filha de Stanley Ho, fecham o ranking dos operadores, com cerca de 10% e de 8%, respectivamente.
Hospedagem: UOL Host