UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/10/2009 - 08h57

África vai pedir compesação aos ricos por mudanças climáticas

Uagadugu, 12 out (Lusa) - A África vai exigir milhões de dólares de compensação aos países ricos e poluidores a próxima cúpula do meio-ambiente das Nações Unidas, em função dos danos causados no continente devido ao aquecimento global, segundo fontes da União Africana.

A apenas dois meses do encontro que será realizado em Copenhague, capital da Dinamarca, os responsáveis reuniram-se num fórum especial na capital do Burkina Faso, Uagadugu, onde realçaram a necessidade de uma compensação pelo desastres naturais causados pelo fenômeno.

"Pela primeira vez África terá uma posição comum", disse o presidente da comissão da União Africana, Jean Ping.

"Decidimos falar a uma só voz" e "exigiremos reparação de danos" na reunião de dezembro, acrescentou.

Os especialistas consideram que a África subsaariana é uma das regiões mais afetadas pelo aquecimento global.

O Banco Mundial estima que os países em desenvolvimento sofrem cerca de 80% dos danos, apesar de serem responsáveis por apenas um terço dos gases de efeito de estufa na atmosfera.

"Os decisores políticos têm de concordar com a redução das emissões de gases com efeito de estufa e respeitar o princípio do poluidor-pagador", disse Ping.

Numa declaração final, os seis chefes de Estado Africanos presentes no fórum afirmaram que solicitam apoio para que as nações industrializadas reduzam as suas emissões de carbono em "pelo menos 40 por cento" até 2020, em relação aos níveis de 1990.
Hospedagem: UOL Host