UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/10/2009 - 10h12

Angola quer ser ponte do empresário luso para África Austral

Lisboa, 13 out (Lusa) - O ministro conselheiro da embaixada de Angola em Portugal, Rui Xavier, defendeu nesta terça-feira que Angola constitui uma plataforma para os empresários portugueses investirem em outros países da África Austral.

"Angola lançou a ideia de vir a ser uma plataforma para as empresas portuguesas se instalarem no país e, depois de consolidada a sua atividade, estenderem os seus serviços a outros países da região", disse à Agência Lusa o diplomata.

Namíbia, Africa do Sul, Zimbábue, Botsuana e Congo Democrático poderão ser alguns dos países a apostar.

Rui Xavier falava durante a conferência "Oportunidades de Negócio e Investimento em Angola", que acontece hoje na Associação Empresarial da Região de Lisboa (AERLIS).

O responsável apelou às empresas portuguesas para "reforçarem as exportações" e aumentarem o investimento no setor não petrolífero, sobretudo em infra-estruturas, tais como escolas, barragens, entre outros.

"Portugal tem um leque de possibilidades muito diversificado para investir em Angola, mas os empresários angolanos devem selecionar muito bem estes investimentos, dirigindo-os para áreas como as pescas, a indústria ou o meio ambiente", afirmou.

O diplomata destacou o clima de "ótima" relação entre os dois países tendo destacado que os investidores angolanos trouxeram "uma lufada de ar fresco" à área financeira em Portugal.

Rui Xavier defendeu ainda que as empresas devem ir cada vez mais para Angola com a intenção de se fixarem e não com a ideia de investimentos pontuais.

"O envio de contêineres já morreu. Nós precisamos de criar empresas que criem trabalho, desenvolvam e façam crescer o país e que possam depois ter alguma mais-valia", afirmou.
Hospedagem: UOL Host