UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

13/10/2009 - 15h12

Bolsa lusa interrompe ciclo de seis altas consecutivas

Lisboa, 13 out (Lusa) - A Bolsa de Lisboa fechou o pregão desta segunda-feira em baixa de 1,17%, para 8.739,01 pontos, com todos os títulos negativos e em linha com as demais praças europeias.

Durante a sessão foram negociados mais de 57 milhões de títulos, num valor aproximado de 147 milhões de euros.

A Sonae Indústria liderou as quedas, ao recuar 3,5%, para 2,725 euros, seguida pela construtora Mota Engil, que perdeu 2,1% para 4,3 euros.

Entre as ações que mais contribuíram para o desempenho negativo, a EDP perdeu 1,95%, para 3,125 euros, o banco BES (que tem o Bradesco como acionista) deslizou 1,7%, para 5,209 euros, e o BCP (maior banco luso privado) fechou em baixa de 1,54%, para 1,022 euros.

Ainda entre as maiores quedas, houve um grupo de cinco empresas que desvalorizaram mais de 1%: EDP Renováveis, Zon Multimédia, Jerónimo Martins, Portucel e Semapa.

Entre os pesos pesados da praça portuguesa, a Portugal Telecom recuou 0,75%, para 7,81 euros, e a Galp Energia perdeu 0,083%, para 12,08 euros.

A Bolsa portuguesa acompanhou o desempenho da Europa, que fechou com quedas variando entre 1,08% em Londres e 1,20% em Madri.

As praças europeias quebraram a tendência positiva que as caracterizou na semana passada - que permitiu a maior valorização semanal desde julho - e na primeira sessão desta semana, colocando um ponto final na série de seis altas consecutivas.
Hospedagem: UOL Host