UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/11/2009 - 13h11

Previsão da UE deverá apontar saída para crise no bloco

Bruxelas, 2 nov (Lusa) - A Comissão Europeia (órgão executivo do bloco europeu) divulga na terça-feira suas Previsões do Outono para os Estados-membros do bloco europeu, esperando que confirmem a saída da crise e a retomada sustentável do crescimento para o próximo ano.

Nas estimativas intercalares divulgadas há menos de dois meses, apenas para as maiores economias europeias, Bruxelas indicava que "o nível de incerteza continuava elevado", mas acrescentava que a "retoma podia vir a constituir uma agradável surpresa a muito curto prazo".

Nas Previsões da Primavera (em maio), a Comissão estimava uma queda do PIB de 4% este ano (valor que manteve nas previsões intercalares) e uma descida de 0,1% no ano que vem no conjunto dos países da União Europeia. A mesma variação seria sentida na zona do euro.

O Indicador de Sentimento Econômico na União Europeia, divulgado na última quinta-feira, dava conta de um crescimento dos níveis de confiança, o sétimo aumento consecutivo deste índice publicado mensalmente.

As previsões divulgadas terça-feira trarão pela primeira vez estimativas para 2011.

De acordo com uma fonte comunitária, as estimativas serão uma indicação importante para saber se 2011 será o ano em que a esmagadora maioria dos Estados-membros poderá iniciar a consolidação das suas contas públicas, assim como foi considerado desejável pelos ministros das Finanças dos 27, no início de outubro.

Na Primavera, Bruxelas previa que o produto em Portugal iria cair 3,7% em 2009 e 0,8% em 2010. Já o déficit orçamental seria de 6,5% neste ano e 6,7% no próximo.

A Comissão Europeia publica previsões econômicas quatro vezes por ano: estimativas completas na Primavera e no Outono e mais dois exercícios intercalares apenas para o PIB e a inflação das sete maiores economias europeias.
Hospedagem: UOL Host