UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

04/11/2009 - 16h40

Bolsa de Lisboa acompanha tendência europeia e sobe 1,72%

Lisboa, 4 nov (Lusa) - O índice PSI-20, o principal da Bolsa de Lisboa, fechou nesta quarta-feira em alta de 1,72%, aos 8.420,90 pontos, seguindo a linha das principais Bolsas europeias.

Entre os 20 títulos que compõem o indicador, 19 registraram ganhos e um, da Sonaecom, ficou estável, em um pregão no qual foram negociados 44,8 milhões de ações, no total de 120,9 milhões de euros.

Liderando as altas estiveram os papéis da Altri, com expansão de 4,23%, até 3,84 euros, e da Sonae Indústria, que avançaram 3,23%, aos 2,49 euros.

Os papéis do setor financeiro, da EDP e da Portugal Telecom foram os que mais impulsionaram em alta o PSI-20.

No segmento bancário, o BPI subiu 2,69%, para 2,32 euros, seguido pelo BES (que tem o Bradesco como acionista), com alta de 2,10%, aos 4,9 euros, e pelo BCP (maior banco privado de Portugal), que teve expansão de 0,84%, até 0,95 euro.

Já no setor energético, a EDP avançou 3,12%, para 3,09 euros, enquanto a EDP Renováveis subiu 0,74%, aos 6,75 euros.

A Galp fechou com alta de 0,89%, até 11,83 euros, enquanto os títulos da REN avançaram 0,33%, aos 3 euros.

O setor de telecomunicações também impulsionou a Bolsa de Lisboa, com os papéis da Portugal Telecom subindo 2,19%, para 7,86 euros.

A Zon registrou expansão de 1,02%, até 4,25 euros, e a Sonaecom terminou o pregão estável em 1,9 euro.

"Os bons resultados apresentados pela Société Générale conseguiram devolver alguma confiança ao mercado, proporcionando ganhos aos índices bolsistas", afirmam analistas do BPI, que acrescentam que os "catalisadores desta performance positiva [dos mercados europeus] se centraram ainda no desempenho dos produtores de matérias-primas e do setor do automóvel".
Hospedagem: UOL Host