UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 09h07

Apesar da crise, bilionários chineses duplicam riqueza

Pequim, 6 nov (Lusa) - A fortuna dos 40 maiores bilionários da China, entre os quais cinco mulheres, duplicou no último ano, atingindo um volume total de riqueza de US$ 106 bilhões, anunciou nesta sexta-feira a imprensa oficial chinesa.

A lista, elaborada pela revista norte-americana Forbes, é encabeçada por um fabricante de automóveis, Wang Chuanfu, detentor de uma fortuna avaliada em US$ 5,8 bilhões - cinco vezes mais do que há um ano.

A companhia de Chuanfu, BYD, foi a primeira do país a atuar na produção em série de veículos elétricos híbridos e ganhou projeção global em 2008, quando o empresário norte- americano Warren Buffett comprou 10% das suas ações.

Os 40 multimilionários mais ricos da China têm em média 40 anos de idade e, este ano, a quantia mínima para entrar na lista subiu para US$ 1,45 bilhão, contra "apenas" US$ 790 milhões no ano passado.

Ao contrário do que aconteceu noutros países, no último ano, os 40 mais ricos viram o montante global da sua riqueza passar de US$ 52 bilhões para US$ 106 bilhões, destacou a publicação norte-americana.

O editor da Forbes responsável pela compilação da lista, Russell Flannery, atribuiu o contraste ao crescimento da China e aos esforços do governo chinês para manter um elevado nível de consumo interno.

Xangai é a cidade chinesa com maior número de milionários, seguida de Pequim e Shenzhen.

Segundo as últimas previsões do Banco Mundial, divulgadas há dois dias, a economia chinesa deverá crescer este ano 8,4%.

Hospedagem: UOL Host