UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

06/11/2009 - 15h50

Bolsa de Lisboa fecha em leve alta em cenário europeu misto

Lisboa, 6 nov (Lusa) - O principal índice da bolsa portuguesa, o PSI-20, fechou o pregão desta sexta-feira em baixa de 0,10%, para 8.454,35 pontos, numa Europa mista.

Entre os vinte títulos que compõem o PSI-20, 13 fecharam em alta e sete a desceram, numa sessão em que trocaram de mãos 34,7 milhões de títulos, no valor de 119,3 milhões de euros.

Liderando as subidas estiveram os pesos-pesados Galp Energia, que avançou 1,61% para 11,94 euros, e a Portugal Telecom, que valorizou 1,52% para 8,13 euros.

Pelo lado negativo, destaque para a Brisa, que recuou 2,31% para 6,86 euros, e para a Sonae, que cedeu 2,12% para 2,48 euros.

A Brisa anunciou hoje que o investimento previsto para este ano deverá ficar 10% abaixo dos 238 milhões de euros anteriormente anunciados. Já a Sonae Indústria anunciou quinta-feira prejuízos de 56 milhões de euros nos primeiros nove meses deste ano, o dobro das perdas registradas no mesmo período de 2008.

Como na sessão anterior, a Portugal Telecim animou hoje o PSI-20, impulsionada pelos resultados da Vivo, a sua participada brasileira, apresentados na quinta-feira.

A maior operadora móvel do Brasil anunciou quinta-feira lucros de R$ 635,9 milhões nos nove primeiros meses do ano, um aumento de 72,7% sobre o mesmo período de 2008.

No restante setor das telecomunicações o sentimento foi negativo: a Zon desceu 0,58% para 4,27 euros, enquanto os títulos da Sonaecom caíram 1,05%, terminando a sessão nos 1,88 euros.

No setor financeiro, o BCP pressionou o índice em baixa, perdendo 1,45%, para 0,94 euros. Também o BES fechou o dia "no vermelho", deslizando 0,75% para 4,89 euros. O BPI contrariou o setor e terminou a sessão progredindo 0,76%, para 2,36 euros.

No setor energético, além da Galp também a EDP Renováveis fechou subindo (0,35%, para 6,76 euros). Já a EDP caiu 0,64%, para 3,06 euros, e a REN deslizou 0,40% (para 2,99 euros).
Hospedagem: UOL Host