UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

12/11/2009 - 09h01

África precisa investir US$ 93 bi em infra-estrutura

Lisboa, 12 nov (Lusa) - Os países africanos precisam investir US$ 93 bilhões por ano na próxima década para tornar eficientes as redes de eletricidade, água, estradas e tecnologias de informação, revela um estudo divulgado nesta quinta-feira.

O relatório "Infra-estruturas em África: Tempo para a mudança", produzido pelo Banco Mundial, adianta que este valor representa mais do dobro do anteriormente estimado para tornar eficientes as infra-estruturas.

O estudo concluiu que os países da África subsaariana gastam anualmente US$ 45 bilhões na construção e manutenção de infra-estruturas, identificando "desperdícios consideráveis", que, se forem resolvidos, aumentariam os recursos financeiros disponíveis no caixa dos países africanos em US$ 17 bilhões.

Além disso, para resolver somente a crise de fornecimento de energia, que segundo o Banco Mundial está impedindo o crescimento na África, será necessário quase metade dos US$ 93 bilhões.

O estudo aponta também que menos de 60% da população africana tem acesso a água potável e, em relação às redes de transporte, as ligações aéreas estão em declínio, os portos mal equipados, as ferrovias envelhecidas e falta de estradas asfaltadas.

Além disso, o aumento do número de usuários de celulares de 10 milhões em 2000 para 180 milhões em 2007, adiantando que, apesar do forte investimento privado em infra-estrutura, o elevado preço dos serviços continua a ser um problema.

O relatório mostra ainda que o estado de degradação das infra-estruturas na África subsaariana reduz em 2% o crescimento econômico anual de cada país e em 40% a produtividade.
Hospedagem: UOL Host