UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 09h05

Apesar da queda, lucro da Portugal Telecom supera expectativa

Lisboa, 17 nov (Lusa) - A companhia portuguesa obteve um resultado líquido de 371,9 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, o que representa uma queda de 14,2% em relação aos lucros de 433,5 milhões de euros.

Ainda assim, o resultado da Portugal Telecom até setembro superou as expectativas dos analistas de mercado, já que a média esperada pelos 12 fundos de investimento consultadas pela Reuters apontavam para lucros de 364 milhões de euros.

Só no terceiro trimestre do ano, a PT lucrou 115,9 milhões de euros, o que representa uma descida de 36,2% em comparação aos resultados obtidos entre julho e setembro de 2008, mas que também saíram acima do esperado pelo mercado.

Nos primeiros nove meses do ano, as receitas da PT atingiram os 4,97 bilhões de euros, o que representa uma queda de 1% que no mesmo período do ano passado. Além disso, mais de 50% desses recursos são oriundos de negócios internacionais, com especial destaque para as operações no Brasil.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) situou-se nos 1,84 bilhão de euros até setembro, menos 0,7% enquanto o Capex aumentou 17,7% para 812,8 milhões de euros.

Investimento

A companhia portuguesa investiu nos primeiros nove meses do ano 813 milhões de euros, um aumento de 17,7% em comparação ao mesmo período do ano passado. Na sua maioria, este investimento destinou-se, segundo a PT, ao serviço de TV Meo e à implementação da fibra óptica em Portugal.

A dívida líquida consolidada da operadora de telecomunicações era, em 30 de setembro, de 6 bilhões de euros, registrando assim uma piora em relação aos 5,5 bilhões de 31 de dezembro do ano passado.

Sobre o Meo, a PT adianta que terminou os primeiros nove meses do ano com 505 mil clientes, um aumento de 193 mil clientes.

Em 30 de setembro, a PT tinha 812 mil clientes ADSL, um crescimento de cerca de 20%.

Já a operadora móvel brasileira Vivo, que a PT detém em conjunto com a Telefônica, terminou o trimestre com 48,874 milhões de clientes, um aumento de cerca de dois milhões em relação ao mesmo período do ano passado.
Hospedagem: UOL Host