UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/11/2009 - 21h04

Aumento do desemprego em Portugal surpreende ministra

Lisboa, 17 nov (Lusa) - A ministra portuguesa do Trabalho, Helena André, afirmou nesta terça-feira estar surpresa com agravamento do desemprego em Portugal e disse estar aberta a sugestões dos parceiros sociais para revitalizar o emprego.

"Fiquei surpreendida com os números do desemprego divulgados hoje (terça), pois não esperava que fossem tão elevados", disse Helena André aos jornalistas no final de uma rodada de encontros com os parceiros sociais.

"O nosso objetivo é trabalhar em conjunto com os parceiros para relançar o emprego", disse a ministra, afirmando estar aberta a sugestões nesse sentido por parte das confederações patronais e sindicais.

A nova ministra do trabalho e da Solidariedade Social disse ainda que o governo vai reconduzir, em 2010, as medidas implementadas este ano para combater o desemprego e apoiar as empresas.

"A luta contra o desemprego é o grande desígnio do governo neste momento", ressaltou.

Quanto a perspectivas sobre a evolução do mercado de trabalho, a ministra expressou um otimismo maior em relação a 2010.

"Espero que o desemprego comece a baixar no início do próximo ano", disse Helena André, reafirmando uma ideia já manifestada no início desta tarde pelo primeiro-ministro português, José Sócrates.

O Instituto Nacional de Estatística de Portugal (INE) anunciou nesta terça que a taxa de desemprego em Portugal atingiu 9,8% no terceiro trimestre de 2009, o que representa uma piora em comparação com os 9,1% observados nos três meses anteriores.

Os dados do INE indicam que o desemprego entre julho e setembro teve uma piora de 2,1 pontos percentuais, comparado com os 7,7% registrados no mesmo período de 2008.

O valor superou as previsões do governo para o conjunto do ano, que apontavam para 8,8%.
Hospedagem: UOL Host