UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/11/2009 - 17h35

Financista francês pede supervisão de mercados europeus

Lisboa, 27 nov (Lusa) - O ex-presidente da francesa Autoridade dos Mercados Financeiros Michel Prada considerou, nesta sexta-feira, "urgente" constituir uma entidade de supervisão dos mercados financeiros na Europa, onde o sistema de fiscalização se mostrou "insuficiente e fraco" para enfrentar a crise mundial.

"O sistema regulatório europeu mostrou ser insuficiente e fraco e foi completamente apanhado de surpresa pela crise", disse Prada, nesta sexta, em Lisboa, em um seminário sobre a reforma da regulamentação europeia organizado pela Comissão de Valores Mobiliários portuguesa (CMVM).

O ex-presidente do regulador dos mercados financeiros francês é, atualmente, membro do Advisory Group (Grupo de Aconselhamento de Crise Financeira), criado pelo Comitê de Normas Internacionais de Contabilidade (Iasb, na sigla em inglês) e pelo Comitê de Padrões de Contabilidade Financeira dos Estados Unidos (Fasb, na sigla em inglês).

O grupo tem como missão debater questões financeiras que surgirem em decorrência da crise global.

"Precisamos absolutamente de construir esse sistema, e rápido. Temos momentum, dinâmica, mas que não vão durar muito", disse Prada, que acredita que as instituições europeias tomam decisões mais rapidamente quando confrontadas com a "premência da situação de crise".

A sensação de que a crise está passando, acrescentou, pode levar a uma "desaceleração" deste processo.

O presidente da CMVM, Carlos Tavares, defendeu a ideia de que as instituições europeias não estão respondendo com a rapidez necessária à exigência de atualizar o papel dos supervisores.

"Desde o início da crise muito pouco mudou. Os mercados continuam exatamente como estavam antes", afirmou Tavares.

"Mas com um agravante: as partes que já eram reguladas tentaram aproximar-se das partes não reguladas", disse. "É uma fonte de preocupação, tal como ver produtos cada vez mais complexos e que têm vindo a invadir o mercado".

Prada reforçou a urgência de seu apelo: "Prefiro ter um conjunto de regras com as quais não concordo do que não ter regras nenhumas".
Hospedagem: UOL Host