UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

27/11/2009 - 09h04

Portugal amplia número de países ajudados na América Latina

Madri, 27 nov (Lusa) - Portugal canalizou no ano passado para a América Latina cerca de 2,5 milhões de euros em projetos de cooperação, diversificando sem precedentes o destino dessa ajuda, que chegou a dez novos países.

Os dados fazem parte de um relatório obtido pela Agência Lusa e que vai ser apresentado no domingo, na cúpula Ibero-americana, confirmando a crescente cooperação com e entre as nações da América Latina, apesar da queda no apoio internacional para o continente.

Só no ano passado, e continuando a tendência de anos anteriores, a cooperação bilateral e multilateral entre os países latinos cresceu 27%, confirmando a crescente aposta nos acordos regionais.

No caso português, e como destaca o relatório, os fundos "deixaram de concentrar-se no Brasil (parceiro tradicional da cooperação portuguesa) e diversificaram-se geograficamente para dez novos receptores (entre os quais se destacaram a Argentina, a Venezuela e o Uruguai)".

O relatório foi preparado pela Secretaria-Geral Ibero-americana (SEGIB), com o apoio da cooperação espanhola e do PNUD, e inclui ainda detalhes sobre os fluxos de "Apoio Oficial ao Desenvolvimento (AOD)" canalizados para a região.

O texto indica que os países da região executaram, entre eles, quase 1,8 mil projetos e ações de cooperação, quase 80% dos quais realizados pela Argentina, Brasil, Cuba e México.

Mais de metade das ações desenvolvidas destinaram-se ao fortalecimento das capacidades econômicas da região. O restante foi gasto em setores sociais e para o fortalecimento das instituições.

O aumento da cooperação entre as nações da América Latina, ainda reduzido em termos financeiros, coincidiu com quedas na AOD destinada à região, que desceu para 4,5 bilhões milhões de euros (4,3% da AOD mundial e a porcentagem mais baixa da década).

Espanha, Comissão Europeia, UE (sem Espanha) e Japão lideraram este grupo de doadores internacionais.

O apoio da Espanha aumentou em 2008 para cerca de 1,3 bilhão de dólares, ocupando o posto de principal doador.
Hospedagem: UOL Host