UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 08h41

China inicia construção de usina nuclear com a França

Pequim, 21 dez (Lusa) - A China e a França iniciaram nesta segunda-feira a construção de uma usina nuclear na província chinesa de Guangdong, na maior parceria do género estabelecida entre empresas dos dois países, indicou a agência noticiosa oficial chinesa.

O início das obras foi assinalado numa cerimônia com a presença do primeiro-ministro francês, Francois Fillon, e o primeiro-vice-primeiro-ministro chinês, Li Keqiang.

Trata-se da central de Taishan, no sul da China, cuja primeira fase de construção e de funcionamento será assegurada por uma empresa sino-francesa com um capital de 16,7 bilhões de yuans (R$ 4,3 bilhões no câmbio atual).

A Eletricité de France detém 30% do capital da referida empresa mista e os restantes 70% pertencem à China Guangdong Nuclear Power Holding Co. Ltd. (CGNPC).

Além disso, a obra "aprofundará significativamente as relações econômicas e comerciais sino-francesas", disse Ki Keqiang.

François Fillon iniciou domingo uma visita de três dias à China, acompanhado pela ministra das Finanças francesa, Christine Lararge, e vários empresários.

É a primeira visita de Fillon à China desde que tomou posse do cargo, em maio de 2007, e ocorre um ano depois de acesa polêmica entre Paris e Pequim.

Em dezembro de 2008, a China cancelou a cúpula anual com a União Europeia em sinal de protesto contra o encontro do presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o Dalai Lama, o exilado líder político e espiritual dos tibetanos.

Além do homologo chinês, Wen Jiabao, o primeiro-ministro francês deverá encontrar-se com o presidente Hu Jintao, que é também secretário-geral do Partido Comunista, e com o presidente da Assembleia Nacional Popular, Wu Bangguo.
Hospedagem: UOL Host