UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

21/12/2009 - 16h02

Telecom lusa busca novos negócios na África lusófona

Lisboa, 21 dez (Lusa) - O presidente executivo da Zon, Rodrigo Costa, declarou nesta segunda-feira que a empresa está olhando para outros mercados de língua portuguesa na África além de Angola, e que a parceria com a Kento poderá ser vantajosa.

"Continuamos à procura de outras oportunidades em mercados de rápido crescimento, mercados onde existam operações pequenas ou não existam ainda. O nosso foco são os países de língua portuguesa, mas o mundo está a mudar e podem também surgir oportunidades noutros mercados", afirmou Costa.

Nesta estratégia, o acordo para a entrada da Kento no capital da Zon - o grupo de Isabel dos Santos com quem a Zon já tinha uma parceria para Angola -, pode ser vantajosa para facilitar o desenvolvimento da operadora portuguesa em novos mercados, sobretudo na parte sul do continente africano.

Isso deve acontecer em função da instalação do satélite que irá permitir à Zon operar em Angola, possibilita também uma "cobertura técnica desde o Congo à África do Sul", explicou, o diretor financeiro da empresa, José Pereira da Costa.

Ainda assim, eles não quiseram dar mais detalhes sobre as análises que estão acontecendo. "Neste momento estamos totalmente concentrados em Angola", afirmou Costa.

Por outro lado, Costa adiantou apenas ainda que o objetivo da Zon é estar em Angola no mercado de televisão paga, via satélite, e ainda na área de conteúdo.

A Zon espera lançar a operação de televisão à cabo em Angola nos primeiros três meses de 2010.

A Kento Holding, detida por Isabel dos Santos (filha do presidente angolano, José Eduardo dos Santos), chegou no domingo a acordo para adquirir 10% do capital da Zon Multimedia. Contudo, a compra ainda está sujeita ainda a aprovação final da assembleia-geral de acionistas que, segundo o presidente da empresa, poderá acontecer nos últimos dias de janeiro.

A Zon detém 4,53% de ações próprias, que vai vender à Kento, sociedade europeia de Isabel dos Santos, por 5,3 euros cada ação.
Hospedagem: UOL Host