UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

22/12/2009 - 11h29

Hoteis do Algarve decidem fechar devido queda na demanda

Albufeira, Faro, 22 dez (Lusa) - As direções de muitos hotéis no Algarve, sul de Portugal, optaram este ano por fechar no inverno, apesar de o fim de ano estar à porta e de se prever que atraia mais visitantes do que em 2008.

A situação é comum neste período devido à diminuição da demanda, mas desta vez atingiu uma dimensão superior ao normal, disse à Agência Lusa o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas.

Contudo, as previsões apontam para um aumento da ocupação hoteleira para o fim de ano na região, que deverá ter mais pessoas do que no ano passado, sobretudo portugueses, afirmou.

"Em períodos de crise os portugueses optam por ficar no país e não viajar para o exterior, tendência que se tem verificado todo o ano e que deverá verificar-se também no fim de ano", argumentou.

O fato do ano novo se comemorar numa data próxima ao fim-de-semana também será um fator que permitirá a quem se desloque ao Algarve, permanecer mais dias que o habitual, acrescentou o empresário.

Segundo Viegas, o número de habitações sem uso é verificado principalmente nas pousadas e apartamentos turísticos, embora muitas unidades de hotelaria tradicional também estejam fechadas.

"Muitos hotéis que habitualmente não encerravam estão fechados este ano por não haver perspectivas de ocupação", frisou Viegas.

Apesar de não quantificar o número de estabelecimentos fechados, ele disse que as zonas mais afetadas são as de Albufeira, Vilamoura, Portimão e Alvor, que concentram 80% da oferta turística do Algarve.
Hospedagem: UOL Host