UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/09/2009 - 23h05

Evento Celebrando a Líbia experimenta sucesso de escala olímpica observado pelo mundo

TRÍPOLI, Líbia, 2 de setembro /PRNewswire/ -- Dignitários de todo o mundo se reuniram no Green Park de Trípoli na noite passada para participarem de um dos maiores, mais bem-sucedidos e espetaculares eventos da história da África. A celebração marcou o 40º Aniversário da Revolução Al Fateh na data exata em que o impopular Rei Idris foi deposto, depois da liberação do país da Itália. Os convidados se reuniram com Muammar Al Gaddafi, Líder Fraternal e Mentor da Revolução, para um programa completo de atividades desde uma parada militar até um jantar Iftar exclusivo e a cerimônia de abertura projetada para dar vida   rica história e cultura da Líbia.

(Foto: http://www.newscom.com/cgi-bin/prnh/20090902/358386 ) Precisão militar As celebrações começaram com uma parada militar perfeitamente executada que envolveu tropas de países de todo o mundo. Nações africanas tais como Senegal e Argélia participaram juntamente com países europeus, incluindo Itália e Ucrânia, marchando no ritmo da música e carregando suas bandeiras nacionais. Tropas da Grécia e da Legião Estrangeira francesa também participaram. Os soldados foram seguidos por uma artilharia completa de veículos militares, desde caminhões até tanques, alguns deles carregando armamento antiaéreo, enquanto que as embarcações desfilavam perto da costa. O Presidente da Venezuela Hugo Chavez, o Rei Abdullah da Jordânia, o Emir do Catar Xeque Hamad bin Khalifa Al Thani, o Emir do Kuwait, Xeque Sabah al-Ahmed al-Sabah, o Presidente da Tunísia Ben Ali, o Presidente da Argélia Abdelaziz Boutaflika, o Presidente do Iêmen Ali Abdullah Saleh e o Presidente Karekou, do Benim faziam parte do público VIP, enquanto a Frecce Tricolori, a esquadra acrobática italiana, voava em formação sobre a área da parada e em volta da maravilhosa costa de Trípoli.

Jantar Iftar VIP Perto do local, os dignitários se dirigiram para uma área especialmente projetada para o jantar, construída para flutuar sobre as águas do lago do Castelo Vermelho. Um pátio iluminado por lanternas, desde a margem do lago até a área Iftar VIP, foi montado em frente do muro exterior do Castelo Vermelho sobre o qual foram feitas projeções exclusivas. As projeções marcam o início do que é conhecido como 'Líbia Iluminada', um programa de uma semana de imagens inspiradas pela Líbia por seis das principais cidades do país. Algumas das melhores marcas internacionais foram contratadas, para darem uma nova dimensão aos procedimentos; a própria refeição foi criada e preparada pelo famoso restaurante parisiense Le Notre e os convidados receberam uma edição limitada de relógios Chopard de ouro, mostrando o contorno da África em sua face com um diamante marcando a posição da Líbia no mapa.

Líbia assume o palco Enquanto centenas de artistas se preparavam para sua grande estréia no que foi considerado pelos organizadores como um dos maiores palcos no formato de tenda jamais construídos, os dignitários chegavam em carrinhos de golfe produzidos similares aos Hummers e aos Cadillacs. Juntamente com a família do Líder, outros convidados que participaram da cerimônia de abertura incluíram a esposa do Primeiro Ministro da Turquia, Amina Erdogan, a Primeira Ministra ucraniana Ioulia Tymochenko, o Ministro de Cooperação da França Alain Joyandet, o Presidente do Chade Idriss Deby e o Presidente do Níger Mamadou Tandja. O show certamente impressionou: acrobatas, lasers, projeções e esculturas iluminadas de animais foram reunidos para proporcionar ao show estilo, grandiosidade e magia.

A história da Líbia foi contada através de uma combinação de dança, música e luzes, desde o nascimento da civilização líbia até os dias atuais. Sheshonq, um faraó de origem líbia emergiu de uma grandiosa esfinge em frente de uma multidão de 'seguidores' deslumbrados. Todo o espaço do enorme palco estava vivo com movimentos na medida em que as exibições ac robáticas aéreas descreviam tanto a beleza da natureza líbia, o Grande Rio Construído pelo Homem e o esplendor arquitetônico dos antigos ocupantes da Líbia. Durante a apresentação, cavaleiros montados também galoparam pelo palco, acrescentando uma dimensão bastante visual   história de Omar Al Mukhtar, o revolucionário ao qual se atribui a liderança do povo líbio em uma revolta contra os italianos. Este líder visionário, interpretado por Anthony Quinn, no famoso filme Lion of the Desert (O Leão do Deserto), abriu uma seção de filmes que destacam os marcos da história moderna da Líbia. Fotos inéditas da vida particular do Líder e de sua família mostraram um lado menos conhecido de Gaddafi ao longo dos anos, que foi mostrado a todos nas telas gigantes do palco. As imagens da Líbia tanto do passado quanto do presente foram projetadas em telas de água, antes de um Fusca da Volkswagen ser trazido ao palco para representar uma viagem feita anteriormente pelo Líder através da Líbia. O público também teve a oportunidade de reviver, através de filmes de arquivo, os diversos destaques dos quarenta anos do Líder, seus desafios e sucessos, a ideia central de sua Terceira Teoria Universal, o Livro Verde, e seu primeiro comunicado anunciando o estabelecimento da república em 1969, substituindo a monarquia. Celebrando a África Uma celebração da África foi uma parte central da apresentação, com danças animadas, fantasias, cores e canto. Estruturas gigantes e iluminadas de animais africanos brilhavam na escuridão das ruas, representando a diversidade da vida selvagem africana. Foi também durante esta celebração da África que um novo monumento   África e   sua União foi inaugurado no calçadão de Trípoli, com bandeiras nacionais africanas tremulando com precisão e sincronia impressionantes. A celebração foi encerrada com uma espetacular queima de fogos, lançados a partir dos navios ao longo da costa. O grande final do show foi uma espetacular queima de fogos, orquestrada pela companhia francesa, Group F, responsável por alguns dos mais impressionantes espetáculos de luz, incluindo as Celebrações do Milênio na Torre Eiffel. Com duração de mais de sete minutos, os 2.500 fogos deslumbraram multidões de pessoas bem como os convidados, encerrando a admirável celebração de abertura. Esta grandiosa celebração deu início a uma semana de eventos sem precedentes, programados para serem realizados por todo o país, em um esforço para apresentar alguns dos tesouros nacionais da Líbia para o mundo. Cercados pelas dunas do Saara, em Ghadames, os VIPs irão assistir a shows com cavalos da tribo Tuareg, acompanhados por música e dança tradicionais. O local irá também receber a maior frota lançada de balões de ar quente, com cada um dos 40 balões exibindo com orgulho a bandeira de um país africano. Concertos apresentando música tanto internacional quanto árabe irão acontecer em alguns dos locais de patrimônio da humanidade mais bem preservados do mundo, tais como Leptis Magna e Sabratha, enquanto imagens e luzes serão projetadas em monumentos de cidades por todo o país.

A Celebração da Líbia atraiu a atenção sobre esta nação com tanto a oferecer. Os investidores internacionais já tinham interesse de longa data na Líbia e em suas indústrias emergentes. Considerado como o segundo país mais rico da África e o maior produtor de petróleo do continente, o 'Portal da África' já privatizou mais de 100 companhias durante os últimos seis anos em indústrias que incluem refino de petróleo, turismo e setor imobiliário, com 29 delas sendo 100 por cento de capital estrangeiro. O governo prevê que a chegada de turistas deverá alcançar dez milhões dentro de onze anos e os grandes contratos para hotéis para acomodar este volume estão a caminho de forma crescente. Com décadas de sanções, os cinco locais da Líbia considerados como patrimônio da humanidade pela UNESCO estiveram escondidos, porém magnificamente preservados. As ruínas estão entre as maiores além de Roma e as cidades por todo o país exibem vestígios das conquistas fenícias, gregas, otomanas e bizantinas. As celebrações da noite passada ofereceram pelo menos uma idéia da rica história de 14.000 anos do país.

Contato: - Bushra Hamwi - Rebecca Farquhar - Luiza Carter - Jordana Tasker - +218-917171294 Ou celebratelibya@greybeirut.com Para acesso aos materiais completos de mídia, visite o endereço http://www.celebratelibyapress.com . Este site será atualizado com novos materiais e imagens durante os eventos da semana.

FONTE Celebrate Libya 02/09/2009 CONTATO: Bushra Hamwi, Rebecca Farquhar, Luiza Carter ou Jordana Tasker, todos da Celebrate Libya, +218-917171294, celebratelibya@greybeirut.com

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host