UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

24/11/2009 - 10h40

Sasol e Gassnova SF assinam MoU sobre participação no Centro Norueguês de CO2 em Mongstad

PRETORIA, África do Sul, 24 de novembro /PRNewswire/ -- A Sasol e a Gassnova SF, a empresa estatal norueguesa responsável pela administração de interesses governamentais relacionados   Captura e Armazenamento de Carbono (CCS), assinaram hoje um Memorando de Entendimento (MoU) em Union Buildings, em Pretoria, o qual possibilitará que a Sasol explore a possibilidade de tornar-se participante do Centro Europeu de Tecnologia de Co2 de Mongstad (TCM), atualmente em construção na Noruega.

A assinatura do MoU pelo Engenheiro-Chefe da Sasol, Pat Davies, e Bjorn-Erik Haugan, Diretor-Geral da Gassnova SF e presidente da TCM DA, ocorreu na presença do Presidente sul-africano, Jacob Zuma, e dos monarcas noruegueses visitantes, Rei Harald V e Rainha Sonja, durante sua visita de estado   África do Sul.

O TCM é uma cooperação de tecnologia internacional, estabelecido para testar, verificar e demonstrar tecnologia adequada para implantação em instalações de captura de CO2 em larga escala. Os atuais parceiros do TCM são Gassnova SF, A/S Norske Shell e Statoil ASA, com a Gassnova SF representando o Estado norueguês no projeto.

O centro de tecnologia atualmente está em construção em Mongstad, na costa oeste da Noruega, e estará em operação até o final de 2011. As instalações de teste são planejadas para capturar 100.000 toneladas de CO2 por ano.

A Sasol está orgulhosa de que a África do Sul logo estará representada entre as principais nações do mundo na luta contra a mudança do clima. "A assinatura desse MoU é um desenvolvimento importante que apoiará nosso compromisso de reduzir as emissões de gás-estufa da empresa", disse Davies.

"A Sasol continuará a contribuir para a segurança do combustível da África do Sul através de sua tecnologia de combustível carvão-para-líquido durante algum tempo e enquanto não houver nenhuma solução individual para a redução de emissões de gás-estufa, participamos de inúmeras iniciativas como o TCM, para encontrar a mistura ótima de soluções. Estabelecemos metas para reduzir nossa pegada de carbono e, através de sólidas parcerias com as melhores mentes de todo o globo, produziremos soluções inovadoras", disse Davies.

A Sasol visa reduzir suas emissões de CO2 em 15% até 2020 (com base em 2005), bem como baixar as metas em nível absoluto para novos projetos CTL (30% menos até 2030 com base em 2005).

"Estamos muito satisfeitos que a Sasol, um dos membros fundadores do Centro Sul-Africano de Captura e Armazenamento de Carbono, participará dos testes de tecnologias de captura de CO2 no centro de tecnologia", disse Bjorn-Erik Haugan.

"Uma das principais ambições do TCM é desenvolver tecnologias de captura de CO2 capazes de ampla implantação nacional e internacional. É, portanto, um passo significativo ter uma empresa movida a soluções com a extensa experiência técnica da Sasol como parceira no empreendimento", acrescentou Haugan.

A Sasol é uma empresa de energia com substanciais interesses químicos. Baseada na África do Sul e operando no mundo todo, a Sasol está listada nas bolsas de valores de Nova York e Joanesburgo. Somos o principal fornecedor de combustíveis líquidos na África do Sul e um importante produtor internacional de produtos químicos. A Sasol usa tecnologias proprietárias Fischer-Tropsch para a produção comercial de combustíveis sintéticos e produtos químicos a partir de carvão de qualidade inferior e gás natural. Fabricamos mais de 200 produtos combustíveis e químicos que são vendidos em todo o mundo. Na África do Sul também operamos minas de carvão para fornecer matéria-prima para nossas usinas de combustíveis sintéticos. A Sasol opera a única refinaria de óleo cru nacional na África do Sul. O grupo produz óleo cru ao largo do Gabão, fornece gás natural moçambicano a clientes de usuários finais e usinas petroquímicas na África do Sul, e com parceiros envolvidos em joint ventures de combustíve l gás-para-líquido no Qatar e Nigéria. Endereço na internet: http://www.sasol.com .

Limitação de Responsabilidade - Declarações prospectivas Podemos neste documento fazer declarações que não são fatos históricos e se relacionam a análises e outras informações baseadas em previsões de resultados futuros e estimativas de quantias ainda não determináveis. Há declarações prospectivas conforme definido na Lei Americana de Reforma de Litígios Referentes a Títulos Mobiliários Privados, de 1995. Palavras como "acreditar", "esperar", "aguardar", "pretender", "buscar", "deverá", "plano", "poderia", "poderá", "esforçar-se" e "projetar" e expressões semelhantes são destinadas a identificar tais declarações prospectivas, mas não são meios exclusivos de identificar tais declarações. Por sua própria natureza, declarações prospectivas envolvem riscos e incertezas inerentes, tanto gerais quanto específicos, e há riscos de que as previsões, projeções e outras declarações prospectivas não serão consumadas. Se um ou mais desses riscos se materializar ou caso suposições subjacentes se provem incorretas, os resultados reais podem ser muito diferentes dos esperados.

Os fatores que poderiam fazer com que nossos resultados reais difiram materialmente dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressos em tais declarações prospectivas são discutidos de modo mais abrangente em nosso relatório anual sob a Lei de Negociação de Valores Mobiliários, de 1934, no Formulário20-F, arquivado em 9 de outubro de 2009, e em outros arquivamentos junto   Comissão Americana de Valores Mobiliários e Câmbio. Declarações prospectivas se aplicam apenas a partir da data em que são feitas e a Sasol não assume nenhuma obrigação de atualizar ou revisar qualquer delas, seja como resultado de novas informações, eventos futuros ou de outra forma.

Emitido pela Sasol e Gassnova SF. Para informações adicionais, favor contatar: Sasol Jacqui O'Sullivan, Gerente de Comunicação do Grupo Telefone direto +27(11)441-3252 - Celular +27-82-883-9697 jacqui.osullivan@sasol.com Nothemba Noruwana, Gerente de mídia do grupo Telefone direto +27-11-441-3295 - Celular +27-82-329-0186 nothemba.noruwana@sasol.com Gassnova Bjorn-Erik Haugan, Diretor-Geral Telefone +47-905-53-394 - beh@gassnova.no TCM Tore Amundsen, Diretor Administrativo Telefone +47-900-51-222 - tam@tcmda.no FONTE Sasol e Gassnova SF 24/11/2009 CONTATO: Sasol, Jacqui O'Sullivan, Gerente de Comunicação do Grupo, Telefone direto +27(11)441-3252, Celular +27-82-883-9697, jacqui.osullivan@sasol.com, Nothemba Noruwana, Gerente de mídia do grupo, Telefone direto +27-11-441-3295, Celular +27-82-329-0186, nothemba.noruwana@sasol.com; Gassnova, Bjorn-Erik Haugan, Diretor-Geral, Telefone +47-905-53-394, beh@gassnova.no; TCM, Tore Amundsen, Diretor Administrativo, Telefone +47-900-51-222, tam@tcmda.no

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host