UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

02/10/2009 - 09h09

Produção industrial cai 7,2% em agosto, a menor retração desde novembro

Da Redação
Em São Paulo
A produção industrial no Brasil caiu 7,2% em agosto comparada a igual período de 2008. Esta é a menor retração desde novembro do ano passado, quando tinha caído 6,4%. Em relação a julho de 2009, houve avanço de 1,2%, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No acumulado do ano, a produção tem queda de 12,1%. Nos últimos doze meses, o recuo acumulado é de 8,9%.

"O índice de agosto confirma a trajetória positiva da indústria. O avanço levou o patamar da produção de agosto a ficar próximo ao de fevereiro de 2007", diz o órgão.

O desempenho da produção em relação a julho superou as expectativas de analistas financeiros consultados pela Reuters, que cogitavam crescimento entre 0,4% e 0,7%.

O IBGE apurou que 18 segmentos industriais apontaram queda na produção na comparação anual. Entre as maiores pressões negativas, destaque para veículos automotores (-18,4%), máquinas e equipamentos (-19%) e metalurgia básica (-16,1%).

Em relação a julho deste ano, a produção industrial se manteve positiva em 15 das 27 regiões pesquisadas, mas foi especialmente puxada pelos setores de veículos automotores (3,2%), refino de petróleo e produção de álcool (3,5%), material eletrônico e equipamentos de comunicações (9,1%) e metalurgia básica (2,7%).

Por outro lado, os segmentos que mais pressionaram negativamente foram outros equipamentos de transporte (-4,2%), farmacêutica (-2,4%) e perfumaria, sabões e produtos de limpeza (-3,6%).

Na divisão por categorias, o IBGE mostra que os bens duráveis de consumo se sobressaíram com alta de 3,1% na produção, seguido por bens intermediários (0,7%). No acumulado dos oito primeiros meses do ano, os dois segmentos têm registrado aumento da produção, com alta acumulada de 82,9% e 11,3%, respectivamente.

(Com informações da Reuters)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host