UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

08/04/2011 - 07h00

Cartão pré-pago é opção para fugir de alta de imposto; compare opções

Carlos Iavelberg
Do UOL Economia, em São Paulo

Economia aquecida e dólar barato. Este cenário, que vem se arrastando desde o ano passado, fez disparar os gastos dos brasileiros no exterior. Nunca se gastou tanto lá fora.

IMPOSTOS DAS COMPRAS NO EXTERIOR

Modalidade de compra IOF Quando é cobrado
Cartão de crédito 6,38% No vencimento da fatura
Cartão pré-pago 0,38% Na momento do carregamento
Cartão de débito 0,38% No momento do pagamento
Traveller check 0,38% Na hora da compra do traveller check
Moeda 0,38% Na hora de efetuar a conversão

Para tentar diminuir esses gastos, o governo aumentou a alíquota do IOF (Imposto Sobre Operações Financeiras) de 2,38% para 6,38% para quem fizer compras no exterior com cartão de crédito.

Ou seja, comprar com o cartão de crédito fora do país ficou mais caro.

Alternativa

Uma alternativa para fugir desse aumento de impostos é a utilização dos cartões pré-pagos. Neles, o consumidor paga 0,38% de IOF na hora de adquirir ou recarregar o cartão.

Em uma compra de R$ 500, por exemplo, o IOF cobrado no cartão de crédito é de R$ 31,90. No pré-pago, é de R$ 1,90.

Esse tipo de cartão pode ser utilizado em estabelecimentos comerciais no exterior de forma semelhante a um cartão de débito no Brasil.

Também é possível realizar saques (neste caso há uma tarifa extra) em caixas eletrônicos recebendo na moeda do país onde a pessoa está.

Alguns cartões pré-pagos também permitem realizar compras em sites no exterior.

Moeda de carga

Ao adquirir o cartão, o cliente pode escolher carregá-lo em dólar, euro ou libra esterlina (o Visa Travel Money também permite em peso argentino e rand sul-africano).

Calcule o IOF de suas compras no exterior com cartão de crédito

É na moeda escolhida que será efetuado o câmbio em relação ao real no momento de colocar o dinheiro no cartão.

Esse modelo de cartão, porém, permite que o consumidor o use em países que utilizam uma moeda diferente da de carga. Ou seja, ele pode ser carregado em dólar e utilizado em um restaurante na China.

Câmbio

No caso do dólar, antes de adquirir o cartão pré-pago, é importante o cliente se informar qual tipo de moeda norte-americana é utilizado para fazer a conversão e comparar com o usado no cartão de crédito.

Para o viajante, o dólar comercial é mais vantajoso que o dólar turismo por ter uma cotação menor em relação ao real.

No Brasil, existem três classificações para a cotação da moeda norte-americana: dólar comercial, dólar turismo e dólar paralelo e cada uma é utilizada para determinada finalidade.

Mais diferenças

Outra diferença entre os cartões é que, no caso do pré-pago, a cotação da moeda estrangeira é feita no momento de carregá-lo. Ou seja, na hora da compra, o consumidor já sabe quanto pagará em reais.

Já nos cartões de crédito, a conversão é realizada no dia do vencimento da fatura, e não no dia da compra. Com isso, o consumidor só saberá quanto realmente pagou mais tarde.

Por exemplo, caso o dólar suba entre o período que compreende a compra feita no exterior e o vencimento da fatura, o consumidor pagaria mais caro.

Por outro lado, se a moeda norte-americana cair, ele seria beneficiado ao pagar mais barato.

Vantagens

Caso a pessoa não utilize todo o dinheiro carregado no cartão pré-pago, ela pode guardar o cartão para uma próxima viagem já que o saldo não expira.

Outra opção é sacar o valor em real no Brasil. Neste caso, é cobrado outro IOF de 0,38%.

Desvantagens

Uma das desvantagens do pré-pago é que, diferentemente do de crédito, ele não permite parcelar a compra.

Os cartões de crédito também possibilitam participar de programas de milhagem, já os pré-pagos não.

COMPARE OS CARTÕES PRÉ-PAGOS

  MasterCard Cash Passport American Express GlobalTravel Card Visa Travel Money
 
Em quais moedas posso carregar o cartão? Dólar, euro ou libra esterlina Dólar, euro ou libra esterlina Dólar, euro, libra, peso argentino ou rand (África do Sul)

Pode usá-lo em países que utilizam moeda diferente da de carga?

Sim Sim Sim
Onde comprar no
Brasil
Na rede de 15 distribuidores afiliados à Travelex e também em agências de viagens e casas de câmbio Nas agências dos bancos Itaú e Bradesco Banco Rendimento, Banco Schahin, Banco do Brasil, Confidence Câmbio, Bradesco e casas de câmbio afiliadas aos bancos que emitem o cartão
Onde recarregar Nos postos de venda, via internet ou telefone A política de carga e recarga é definida pelos próprios bancos Dependendo de cada instituição, o cartão pode ser carregado por telefone e/ou internet
IOF 0,38% 0,38% 0,38%
Tarifa sobre saques 2,50 para as três moedas (dólar, euro ou libra) 2,50 (dólares e euros) 1,75 libra Depende do emissor
É preciso ter conta
na instituição?
Não Sim Apenas para o Banco do Brasil e Bradesco
Há alguma taxa na primeira aquisição? Depende do emissor Não Depende do emissor
É emitido na hora? Sim Sim Depende do emissor
Permite compras via internet em sites do exterior? Sim Sim Apenas os emitidos pelo Confidence Câmbio permitem
Tem central 24 horas
de atendimento em português?
Sim Sim Sim
Aceita ligações
a cobrar?
Em 61 países há um número gratuito. Nos demais, pode haver cobranças Sim Sim
O saldo expira? Não Não Não
Se sobrar dinheiro
no cartão, é possível sacar no Brasil?
Sim Sim Sim. O usuário também pode solicitar um DOC
Tem alguma taxa de inatividade? Depende do emissor Não Não
Valor mínimo
de carga do cartão
200 para as três moedas (dólar, euro ou libra) 200 para as três moedas (dólar, euro ou libra) Depende do emissor
Valor máximo
de carga do cartão
20.000 para as três moedas (dólar, euro ou libra) US$ 10.000 ou este valor convertido em euro ou libra Depende do emissor
Tem chip de
segurança?
Sim Não Apenas os emitidos pelo Confidence Câmbio possuem
  • Fonte: as próprias empresa

Veja mais

Hospedagem: UOL Host