UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

16/08/2012 - 06h00 / Atualizada 16/08/2012 - 12h15

Jatinhos de luxo têm chuveiro com hidromassagem e cama king size

Matheus Lombardi
Do UOL, em São Paulo

O mercado de alto luxo não é para qualquer um. Aviões de mais de R$ 120 milhões, com banheiro com hidromassagem e cama king size são um sonho até mesmo para quem tem muito dinheiro. Esse mercado exclusivo e recheado de milhões está de olho no Brasil. A maior feira da América Latina, a Labace, ocorre até esta sexta (17), em São Paulo.

Uma das maiores empresas do setor, a canadense Bombardier, vê o Brasil como o terceiro maior mercado do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e Europa.

"O mercado brasileiro é muito importante, a economia do país cresce muito rápido. Os clientes exigem cada vez mais desempenho, alcance e conforto. Hoje, um executivo pode cruzar o oceano dentro do seu avião, dormir numa cama confortável, tomar banho e chegar pronto para uma reunião", diz a executiva da Bombardier, Annie Cossette.

A Bombardier trouxe para o país o Global 6.000, com chuveiro e hidromassagem, avaliado em US$ 58,6 milhões, e que pode voar de São Paulo a Los Angeles sem realizar nenhuma parada. 

A Embraer aposta no Lineage 1000, o maior avião da linha executiva da empresa. Avaliada em US$ 53 milhões, a aeronave possui bar e lounge.

Já a europeia Airbus oferece o maior espaço interno da categoria, com escritório privativo e suíte. Uma viagem de São Paulo a Miami, nos EUA, pode ser feita de uma só vez.

A Cessna, que produz os jatos comercializados pela TAM Aviação Executiva, realiza o seu maior número de lançamentos no país. Dados da empresa apontam que o Brasil responde por 10% de todas as vendas mundiais do grupo.

Condomínios com pista de pouso

Com a perspectiva de o país se tornar o segundo maior mercado de jatos executivos do mundo nos próximos dois anos, cresce o número de empreendimentos destinados aos milionários donos de aviões.

Os chamados condomínios "fly in community", que contam com estrutura completa para que os moradores cheguem ao local com suas próprias aeronaves, começam a atrair investidores.

Feira traz jato de luxo e helicóptero de combate a incêndio

Em Santa Catarina, o condomínio de luxo Fly Ville, que ficará pronto em 2015, quer ser a casa de praia de milionários dos principais centros do país.

"Já é uma tendência consolidada nos EUA e, agora, está chegando no país. Nosso cliente é muito exigente e quer ter todo o conforto que seu dinheiro pode oferecer", diz um dos sócios do empreendimento, Cristiano Cardoso.

O grupo JHSF também está lançando um condomínio em São Roque (a 66 km de São Paulo) que terá, além de aeroporto particular, shopping e campo de golfe.

Compras compartilhadas

Outra tendência que segue crescendo no mercado de luxo, são as compras compartilhadas (na qual mais de uma pessoa é dona do mesmo bem, por exemplo, um avião). O conceito já existe na Europa e nos Estados Unidos há pelo menos 30 anos.

Uma das maiores empresas do setor, a Prime Fraction Club estima crescimento de mais de 50% no próximo ano.

"Com a crise lá fora, as pessoas pensam muito no fator uso versus custo. Nós atendemos clientes muito exigente que querem ter um bem de luxo, sem precisar arcar com todas as despesas" afirma o sócio-diretor da empresa Marcus Matta.

Veja mais

Hospedagem: UOL Host