UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

19/09/2012 - 13h05

Clientes do Cruzeiro do Sul pagarão contas em outros bancos na próxima semana

Aiana Freitas
Do UOL, em São Paulo

Consumidores que tinham dívidas com o Banco Cruzeiro do Sul devem conseguir normalizar o pagamento das prestações até a próxima semana. Essa é a expectativa do agente do Banco Central Sérgio Prates, designado como liquidante do Cruzeiro do Sul.

Se a greve dos bancários continuar, os clientes também poderão fazer o pagamento em caixas eletrônicos, pela internet e nos correspondentes bancários, como as lotéricas.

O Banco Central anunciou o fechamento do Cruzeiro do Sul na semana passada.

"Todos os devedores devem pagar suas dúvidas", diz Prates. Mas, como as agências do Cruzeiro do Sul estão fechadas, os consumidores devem ter dificuldades para pagar seus boletos nesta semana, mesmo se procurarem outros bancos.

A expectativa, segundo ele, é que até o começo da semana que vem o Cruzeiro do Sul tenha entrado em acordo com outros bancos para que elas passem a receber os boletos. A normalização do pagamento, diz ele, será informada por meio da imprensa.

O cliente não precisará, porém, arcar com juros ou outros encargos pelo atraso do pagamento. Os bancos serão orientados a descontar quaisquer multas ou juros que o boleto tenha sofrido desde o dia 14 (dia da liquidação do banco) até o dia da normalização.

Consignado continua sendo descontado

Quem tem empréstimo consignado com o banco, por outro lado, continuará tendo os valores debitados normalmente no salário. As empresas cuidarão de fazer o repasse para o Cruzeiro do Sul.

Já os consumidores que eram portadores de cartões de crédito do Cruzeiro do Sul, mesmo aqueles que não eram correntistas do banco, não poderão usá-los. "Os cartões estão suspensos. Mas a fatura terá de ser paga normalmente", diz Prates. Se foi feito parcelamento, a dívida pode continuar sendo paga nas prestações já definidas.

Assim, as faturas continuarão a ser enviadas para a casa dos clientes. Mas, assim como no caso dos boletos, só poderão ser pagas normalmente nos outros bancos provavelmente a partir da próxima semana. Também nesse caso, não haverá cobrança de juros pelo atraso.

O banco colocou diversos números de telefone à disposição dos clientes que tiverem dúvidas sobre pagamento de financiamentos e empréstimos. São eles: (11) 3848-7149, (11) 3848-2722, (11), 3848-2877, (11) 3848-1573, (11) 3848-2565, (11) 3848-2553 e (11) 3848-7150.

Parte dos credores começa a receber

Parte dos credores do Banco Cruzeiro do Sul, segundo Prates, deve começar a receber seu dinheiro de volta nesta quarta-feira (19). São aqueles que tinham no banco os chamados DPGE (Depósitos a Prazo com Garantia Especial), que têm garantia de até R$ 20 milhões pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Segundo Prates, existem cerca de 400 credores nessa situação. O montante que eles têm a receber de volta soma cerca de R$ 1,8 bilhão. Esses credores possuem contas no FGC, onde deverá ser efetuado o depósito.

A expectativa de Prates é de que em cerca de 30 dias o Cruzeiro do Sul consiga relacionar todos os clientes que têm direito a outras garantias do FGC, como aqueles que tinham CDBs do banco, por exemplo.

Só depois de esta lista ser finalizada é que esses clientes começarão a receber algum dinheiro de volta. Nesse caso, o fundo garante o pagamento de até R$ 70 mil por CPF ou CNPJ.

Os credores do banco podem obter informações no telefone (11) 3848-2865.

Os últimos a receber dinheiro do banco em caso de liquidação são os acionistas. Não é certo que eles terão algo a receber no caso do Cruzeiro do Sul. A BM&F Bovespa parou de negociar as ações do banco também no dia 14.

Procurado, o FGC não confirmou a informação sobre o pagamento até a publicação desta reportagem.

Veja mais

Hospedagem: UOL Host