UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

05/01/2007 - 07h49

PANORAMA1-Emprego nos EUA pode dar pistas sobre economia

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 5 de janeiro (Reuters) - A sexta-feira conta com uma série de eventos importantes, mas as atenções estarão voltadas mesmo é para o relatório de emprego norte-americano, que pode reforçar ou reduzir as preocupações com a economia norte-americana.

Na véspera, dados mostraram desaceleração do setor de serviços e alta abaixo do esperado das encomendas à indústria, que somam-se aos comentários da ata do Federal Reserve sobre aumento dos riscos ao crescimento. Tudo isso sugere um relatório fraco sobre a criação de empregos na maior economia do mundo, que será divulgado a partir das 11h30 (horário de Brasília).

Na quarta, um relatório sobre emprego no setor privado já tinha provocado discreta redução das estimativas, de criação de 110 mil postos para 100 mil, embora apenas 10 de 38 economistas consultados tenham mudado a previsão após os dados do ADP. Em novembro, foram criados 132 mil postos.

Mas o mercado também acompanhará de perto os dados de produção industrial brasileira de novembro, que deve ter avançado em ritmo menor.

Analistas consultados disseram que o dado, que segue um terceiro trimestre fraco, pode levar o Banco Central a repetir o corte de 0,50 ponto percentual do juro em janeiro.

A média e a mediana das previsões de 10 analistas apontaram uma expansão de 0,10 por cento da produção em novembro na comparação com o mês anterior, abaixo do avanço de 0,80 por cento em outubro.

O terceiro evento que será monitorado, embora sem expectativas de declarações com potencial para mudar a avaliação de investidores, é a presença do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, em almoço em Chicago sobre banco central e supervisão de bancos. Espaço para perguntas e respostas não está previsto.

"Ficarei surpreso se Bernanke falar algo relevante para nós", disse Jason Evans, co-diretor de negociação com bônus do governo do Deutsche Bank, em Nova York, na quinta-feira.

Para ler a agenda do dia, clique [nN04485793]

Veja como encerraram os principais mercados na quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,145 reais, com alta de 0,23 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário ficou em 2,12 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,96 por cento, a 44.019 pontos. O volume financeiro foi de 3,45 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros recuou 1,12 por cento, aos 22.246 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerrou em alta na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 subiu para 12,36 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 foi a 12,27 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 133,125 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 6,01 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil subia 5 pontos, para 199 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 174 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, avançava e o rendimento caía a 4,62 por cento, ante 4,66 por cento no final da quarta-feira.

(Reportagem adicional de Nathália Ferreira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host