UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/01/2007 - 16h24

Moody's reduz perspectiva de rating do Equador para "estável"

NOVA YORK, 8 de janeiro (Reuters) - A agência de classificação de risco Moody's Investors Service revisou nesta segunda-feira a perspectiva de rating do Equador de "positiva" para "estável", citando preocupações sobre a disposição do governo em honrar o serviço da dívida e incertezas com a direção da política.

O presidente eleito, Rafael Correa, assume em 15 de janeiro e sua campanha incluiu uma linha dura quanto ao pagamento da dívida.

"Enquanto uma remodelagem pró-mercado das obrigações do Equador seria perfeitamente consistente com a perspectiva estável, tal perspectiva é incompatível com as repetidas declarações do governo de que consideraria uma moratória total apesar de sua capacidade de pagar (a dívida)", disse Alessandra Alecci, analista da Moody's.

A Moody's disse que continuará monitorando a agenda política do novo governo, especialmente no que diz respeito ao pagamento dos juros da dívida e à dolarização, explicando que evidências de fuga de capital e estresse no sistema financeiro dariam sinais alarmantes.

"Dada a intenção declarada publicamente do presidente eleito Correa de fazer uma ampla e potencialmente controversa reforma política, continuaremos analisando o impacto que os desenvolvimentos desse assunto podem ter no equilíbrio da macroeconomia do Equador", acrescentou Alecci.

Os bônus do Equador têm ficado entre os mais voláteis dos mercados emergentes desde o fim do ano passado, diante do sucesso da campanha presidencial de Correa.

Em 1999, o país declarou "default" de mais de 6 bilhões de dólares em bônus negociados no mercado externo.

(Por Manuela Badawy;edição em português; 511 5644-712))

REUTERS JS DM

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host