UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

15/02/2007 - 19h06

PANORAMA2-Mercado vive ressaca em dia de Bernanke e dados mistos

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 15 de fevereiro (Reuters) - Os ativos brasileiros fecharam com pouca variação nesta quinta-feira, dia de ressaca depois de recordes alcançados na sessão anterior e às vésperas do feriado de Carnaval.

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou com leve alta, enquanto o dólar teve discreto avanço, sustentado por compras de importadores e o leilão do Banco Central.

A bolsa paulista chegou a bater nova máxima histórica durante os negócios, aos 46.178 pontos, mas perdeu fôlego, acompanhando a morosidade em Wall Street.

"A gente está muito atrelado aos humores lá de fora, se olhar o gráfico de Dow Jones e Bovespa você vê uma correlação muito forte", comentou a analista da SLW Kelly Trentin.

Os investidores monitoraram o segundo dia de depoimento do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, ao Congresso dos Estados Unidos, e uma série de dados sobre a maior economia mundial.

Enquanto Bernanke afirmou que o BC norte-americano deve estar preparado para elevar o juro caso a inflação aumente e que a economia pode estar mais forte do que aparenta, os dados pintaram um outro cenário.

A produção industrial dos EUA caiu em janeiro e a atividade do Meio Atlântico do país desacelerou mais que o previsto. Nos mercados futuros de juros, prevaleceu a possibilidade de um corte na taxa pelo Fed.

Já em Wall Street, os investidores ficaram mais cautelosos ao notarem que Bernanke estaria menos disposto a baixar o juro logo.

Por aqui, o mercado monitorou notícias do acordo sobre gás entre Brasil e Bolívia. O aumento do gás boliviano importado pela Petrobras será de entre 3 e 4 por cento ao ano, informou o ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau.

No câmbio, a proximidade do feriado de Carnaval influenciou um pouco o ritmo das operações, embora o volume de negócios ainda tenha sido expressivo. O preço baixo da moeda norte-americana, que atingiu 2,084 reais na mínima, atraiu importadores para a ponta de compra do mercado.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,094 reais, com alta de 0,10 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário ficou em 3,46 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,09 por cento, aos 45.955 pontos. O volume financeiro foi de 3,46 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros exibiu variação positiva de 0,05 por cento, aos 23.323 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) teve baixa na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 caiu para 12,09 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 recuou para 11,90 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 133,56 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,9 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 1 ponto, para 180 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 168 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento caía a 4,71 por cento, ante 4,74 por cento no final da quarta-feira.

(Reportagem adicional de Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host