UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

26/02/2007 - 18h29

Dólar recua e Bovespa sobe antes de agenda esquentar

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 26 de fevereiro (Reuters) - A semana repleta de indicadores importantes começou com agenda relativamente fraca, o que colaborou para que os ativos brasileiros registrassem ligeira valorização nesta segunda-feira.

A Bolsa de Valores de São Paulo terminou em leve alta, ajudada pelo bom desempenho das ações da Arcelor Brasil <ARCE3.SA>, que subiram quase 3,5 por cento. Na terça-feira, encerra-se o prazo para a Arcelor Mittal atender as exigências da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a oferta que pretende fazer aos minoritários.

Os ganhos na bolsa paulista foram limitados pelo declínio em Wall Street, onde o avanço dos preços do petróleo gerou preocupações sobre pressões inflacionárias.

No mercado de câmbio, o dólar fechou em baixa, com predomínio dos ingressos de recursos mesmo com a atuação constante do Banco Central. A autoridade monetária fez leilão de compra de dólares e aceitou menos de cinco propostas, segundo um operador.

Os leilões diários de compra de moeda vêm engrossando as reservas internacionais, que na sexta-feira atingiram a marca histórica de 98,99 bilhões de dólares.

De acordo com Flávio Ogoshi, operador de derivativos do Rabobank, se não fossem os leilões, o dólar já poderia estar abaixo de 2 reais.

Nos próximos dias, a agenda econômica ganha peso e o mercado avaliará, no Brasil, dados de inflação, contas públicas e o crescimento econômico em 2006, além da presença do presidente do BC, Henrique Meirelles, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Nos EUA, o destaque fica para os números do Produto Interno Bruto (PIB) e gastos pessoais, incluindo o índice de preços PCE, um dos favoritos do Federal Reserve.

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,084 reais, com queda de 0,29 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário foi de 2,99 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em alta de 0,42 por cento, a 46.207,40 pontos. O volume financeiro foi de 2,95 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 0,41 por cento, aos 23.272 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) fechou em baixa na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 caiu a 12,05 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 recuou para 11,78 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, avançava para 134,125 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,8 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil subia 2 pontos, para 181 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 172 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, avançava e o rendimento cedia a 4,63 por cento, ante 4,67 por cento no final da sexta-feira.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host