UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

28/02/2007 - 09h21

Ações na Índia caem 4% reagindo a taxação e cenário global

MUMBAI (Reuters) - O índice da bolsa de valores da Índia fechou o dia em queda de 4,01 por cento, o pior desempenho em quatro meses, pressionado pelo movimento global de venda de ações e anúncio de impostos maiores sobre o cimento e serviços de informática.

O governo indiano informou que vai usar a arrecadação gerada pelo crescimento econômico para gastar mais em saúde e educação e para estimular o setor agrícola com o objetivo de beneficiar milhares de pobres.

O índice BSE perdeu 540,74 pontos e encerrou a 12.938 pontos. Nas últimas quatro sessões, o BSE perdeu 1.100 pontos, depois de ter alcançado o pico de 14.723 pontos dia 9 deste mês.

"A queda do mercado esteve em linha com os mercados globais, mas o orçamento foi frustrante e essa é a razão por que o mercado não se recuperou", afirmou Abhay Aima, chefe de ações no HDFC Bank.

"Não acredito que as compras de ações tenham acabado, mas a recuperação a partir deste ponto será lenta. Os investidores podem querer esperar os resultados do trimestre antes de agir", afirmou Aima.

O governo anunciou também aumento na taxação de dividendos, de 12,5 para 15 por cento, o que também pesou. "É negativo e pode ter impacto significativo", afirmou o vice-presidente da corretora Indiainfoline, Sandeepa Vig Arora.

A moeda indiana desvalorizou-se frente ao dólar norte-americano depois da nova queda nos mercados de ações na Ásia. O banco central indiano atuou para tentar reduzir a volatilidade e sustentar a cotação da rúpia, relataram operadores.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host