UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

21/03/2007 - 08h27

PANORAMA1-Revisão do PIB brasileiro e Fed fazem cardápio do dia

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 21 de março (Reuters) - Uma saraivada de indicadores concentra a atenção dos mercados financeiros nesta quarta-feira.

Pela manhã, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anuncia revisões do crescimento do país. Embora ainda não traga uma nova leitura de 2006, que só sai no dia 28, a nova série histórica pode trazer pistas aos investidores.

Nos Estados Unidos, o Federal Reserve anuncia sua decisão sobre o juro básico do país, às 15h15 (horário de Brasília). Mais uma vez, o mercado espera manutenção da taxa de 5,25 por cento ao ano e informações sobre as perspectivas para a economia.

A expectativa é grande principalmente depois das preocupações de que o desaquecimento nos Estados Unidos possa ser mais brusco que o esperado.

Os mercados parecem ter deixado um pouco de lado esse temor, enquanto tentam se recuperar das fortes turbulências do final de fevereiro. Mas nada indica que, ao primeiro sinal de mais fraqueza nos EUA, os investidores não voltem a se agitar.

Na véspera, o dólar caiu para o menor patamar em 10 meses, a 2,077 reais. O principal índice da Bovespa subiu mais de 1 por cento, acompanhando a "trégua" dos mercados globais.

Para ler a agenda do dia, clique [N21389065]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,077 reais, com variação negativa de 0,05 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário foi de 3,97 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em alta de 1,46 por cento, a 44.350 pontos. O volume financeiro foi de 3,019 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 0,90 por cento, aos 22.262 pontos. O destaque ficou novamente com Braskem <BAK.N>, com alta de 4,26 por cento.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) caiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 ficou em 12,05 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 cedeu a 11,79 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 134,250 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,79 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 1 ponto, para 185 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 179 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia levemente e o rendimento caía a 4,56 por cento, ante 4,57 por cento no final da segunda-feira.

(Reportagem adicional de Nathália Ferreira e Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host