UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

27/03/2007 - 08h31

PANORAMA1-Agenda escassa põe mercado à espera de Fed e PIB na 4a

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 27 de março (Reuters) - Sem dados que possam dirimir as dúvidas sobre o rumo da economia norte-americana, os mercados financeiros devem atravessar a terça-feira em clima de expectativa.

Na véspera, a queda nas vendas de moradias novas nos Estados Unidos, para a menor taxa anualizada em cerca de sete anos, provocou fraqueza nas bolsas de valores. No final do dia, entretanto, houve alguma melhora.

Os dados ainda influenciaram os mercados asiáticos, que encerraram em queda nesta terça-feira [ID:nN27428837].

Investidores aguardam agora um depoimento do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, ao Congresso na quarta-feira e uma série de relatórios na semana --entre os quais, o que traz uma das medidas de inflação preferidas do BC norte-americano, o índice PCE.

Com a deterioração do setor imobiliário nos EUA, analistas acreditam que há chance de o Fed cortar o juro em breve.

A presidente do Fed de Cleveland, Sandra Pianlato, afirmou nesta terça-feira, em Praga, que o banco central norte-americano continua acompanhando de perto o comportamento da inflação, já que existe o risco dos preços não desacelerarem como era esperado.

O índice de volatilidade VIX <.VIX>, frequentemente chamado de termômetro do medo de Wall Street, avançou mais de 8 por cento e superou 14 na segunda-feira.

O estrategista Elliot Spar, da Ryan Beck and Co., alertou em nota que um fechamento acima de 15 poderia levar a uma nova onda de vendas de ações.

Para ler a agenda do dia, clique [nN27391499]

Veja como encerraram os principais mercados na segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,061 reais, com variação negativa de 0,05 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em alta de 0,25 por cento, a 45.644 pontos. O volume financeiro foi de 2,69 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 0,1 por cento, aos 23.070 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerraram sem tendência comum na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 teve leve alta, para 12,04 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 cedeu a 11,68 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 134,813 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 5,71 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 2 pontos, para 173 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 170 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuou e o rendimento avançava a 4,60 por cento, ante 4,62 por cento no final da sexta-feira.

(Reportagem adicional de Nathália Ferreira, Silvio Cascione e Doris Frankel)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host