UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

28/03/2007 - 17h44

PANORAMA2-Bernanke e dado de encomenda esquentam receios com EUA

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 28 de março (Reuters) - As preocupações sobre a maior economia mundial ganharam força nesta quarta-feira com um dado mais fraco de encomendas nos Estados Unidos e comentários do chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, o que fez os mercados fecharem mais um dia em território negativo.

Desde a abertura, o relatório que mostrou aumento abaixo do previsto nas encomendas de bens duráveis nos EUA em fevereiro alimentou os temores em torno de um desaquecimento mais forte da economia norte-americana.

Em seguida, veio de Bernanke mais um alerta: em discurso ao Congresso dos EUA, o chairman do Fed afirmou que as incertezas em torno da economia norte-americana aumentaram recentemente.

Com tudo isso, as bolsas de valores em Nova York operaram em queda o dia todo e levaram na esteira a Bolsa de Valores de São Paulo. O dólar acompanhou o pessimismo e fechou em alta sobre o real.

"O principal risco continua vindo lá dos EUA, são as notícias externas que acabam balizando os negócios aqui dentro", afirmou Kelly Trentin, analista da corretora SLW.

Além das preocupações econômicas, os investidores estão cada vez mais atentos às notícias sobre as tensões entre Irã e Ocidente --fato que tem sido pontual para dar sustentação aos preços internacionais de petróleo.

Os Estados Unidos insistiram, no entanto, que não estão elevando as tensões com o Irã.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 2,069 reais, com alta de 0,29 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em queda de 1,60 por cento, a 44.484 pontos. O volume financeiro foi de 3,25 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 1,72 por cento, aos 22.424 pontos. O destaque ficou com a Brasken <BAK.N>, que recuou 4,71 por cento.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) subiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 recuou para 12,03 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 avançou para 11,72 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, ficou estável a 134,750 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,718 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 1 ponto, para 171 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 171 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia a 4,62 por cento, ante 4,60 por cento no final da terça-feira.

(Reportagem adicional de Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host