UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

04/04/2007 - 07h36

Governo completa emissão externa e capta US$525 mi

Por Renato Andrade

SÃO PAULO (Reuters) - O governo brasileiro aproveitou o cenário externo mais favorável e completou nesta quarta-feira mais uma captação de recursos nos mercados de capitais internacionais.

Na quarta operação externa do ano, o Tesouro Nacional emitiu 525 milhões de dólares com a reabertura do bônus global com vencimento em 2017.

Foram captados 500 milhões de dólares nos mercados norte-americano e europeu, na terça-feira, e os 25 milhões restantes no mercado asiático, em operação concluída nesta quarta.

O governo se comprometeu a pagar uma taxa de retorno aos investidores de 5,888 por cento, a menor já paga pelo Brasil em um bônus global. A taxa representa um spread sobre os Treasuries do Tesouro norte-americano de 122 pontos-básicos.

Na primeira vez que o Tesouro emitiu o papel de 2017, em novembro do ano passado, os investidores conseguiram uma taxa de retorno de 6,249 por cento ao ano, o que representava um spread de 159 pontos.

A captação no mercado asiático seguiu os mesmo parâmetros da primeira etapa da operação. O papel foi vendido a 100,796 por cento do seu valor de face, com um cupom de juros de 6 por cento ao ano, que serão pagos nos dias 17 de janeiro e 17 de julho de cada ano, até o vencimento do bônus.

O volume baixo da captação na Ásia foi proposital. "É mais para fixar participação do país naquele mercado do que propriamente fazer volume do título", afirmou na terça-feira uma fonte do Ministério da Fazenda, ao comentar sobre a emissão para os investidores asiáticos.

A liquidação financeira da operação será feita na próxima quarta-feira, dia 11, segundo informou o Tesouro em nota.

(Reportagem adicional de Isabel Versiani, em Brasília)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host