UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

18/04/2007 - 08h30

PANORAMA1-Mercado monitora dólar enquanto aguarda corte do juro

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 18 de abril (Reuters) - Enquanto o mercado espera pelo anúncio oficial do corte do juro no país, o foco dos negócios deve recair sobre o comportamento do dólar no mercado internacional.

A moeda norte-americana caiu na terça-feira para o menor valor em dois anos frente ao euro, seguindo a divulgação do núcleo do índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos, que subiu menos que o esperado.

O dólar também perdeu força frente ao iene e à libra esterlina, que superou o patamar de 2 dólares e atingiu a máxima em quase 15 anos.

Os investidores também estarão de olho na publicação de alguns balanços corporativos de peso, entre eles eBay, JP Morgan e Motorola, com potencial de levar o Dow a quebar novo recorde.

Na véspera, a IBM <IBM.N> divulgou aumento do lucro e das vendas e a Intel <INTC.O> anunciou resultado em linha com o esperado. As ações de ambas subiram no pregão eletrônico.

Já o Yahoo <YHOO.O> informou queda no lucro, provocando um recuo das ações da empresa no pregão eletrônico.

Aqui no Brasil, a Votorantim <VCPA3.SA> anuncia seu balanço do primeiro trimestre antes da abertura do mercado.

Os índices de inflação divulgados nesta manhã --o IPC da Fipe e o IGP-10 da FGV-- pouco devem alterar o humor dos investidores, uma vez que os preços continuam sob controle no país.

Destaque ainda para os movimentos do mercado acionário em torno do vencimento do índice futuro. A expectativa é de que seja um vencimento de volume forte, seguindo os giros recordes do último vencimento --mais de 14 bilhões de reais-- e do exercício de opções da véspera, que movimentou 2,3 bilhões de reais.

Para ler a agenda do dia, clique [nN18451759]

Para ver agenda de resultados, clique [nN17196134]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar fechou a 2,036 reais, com variação negativa de 0,05 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,34 por cento, a 48.755 pontos, depois de atingir o recorde de 49.155 pontos na máxima do dia. O volume financeiro foi de 3,57 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros recuou 0,30 por cento, aos 24.945 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

As projeções mais longas caíram na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) janeiro de 2008 cedeu a 11,86 por cento. Os contratos com vencimento entre 2014 e 2017 romperam o suporte de 11 por cento ao ano.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 135,500 por cento do valor de face no final da tarde e oferecia rendimento de 5,60 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil subia 2 pontos, para 156 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 162 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento recuava para 4,69 por cento, ante 4,74 por cento no final da segunda-feira.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt e Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host