UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/04/2007 - 08h34

PANORAMA1-Notícias corporativas têm destaque com agenda fraca

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 20 de abril (Reuters) - A fraca agenda econômica abre espaço para notícias corporativas, que incluem lucros de algumas das maiores empresas do mundo e eventual novidade sobre as negociações que podem gerar o maior acordo da história de venda de um banco.

Nesta sexta-feira, termina o prazo para conversas exclusivas entre Barclays e ABN. Os dois entraram em negociações no mês passado, após o ABN ser pressionado por investidores, incluindo o hedge fund britânico TCI, a considerar uma venda ou uma divisão para impulsionar os retornos aos acionistas após vários anos de desempenho abaixo da média.

No páreo também está o consórcio entre o Royal Bank of Scotland <RBS.L>, o grupo belgo-holandês Fortis <FOR.BR> e o espanhol Santander <SAN.MC>, que pediram que o banco holandês estudasse negociações de aquisição, que levariam a uma divisão das operações do ABN no varejo e no atacado.

Entre os resultados, destaque para Google <GOOG.O>, que já informou na noite passada que seu lucro superou estimativas [ID:nN19367838]. A AMD <AMD.N>, por outro lado, divulgou prejuízo acima do esperado [ID:nN19455749].

No Brasil, a GOL <GOLL4.Sa> informou queda de 43 por cento em seu lucro líquido no primeiro trimestre, para 91,5 milhões de reais [ID:nN20404404].

Entre os balanços desta sexta-feira estão Caterpillar <CAT.N>, McDonald's <MCD.N> e Pfizer <PFE.N>.

No Brasil, atenção ainda para qualquer novidade sobre os planos de compra de ações da Telemar. No início de abril, a holding Telemar Participações informou que enviaria no dia 20 a seu Conselho de Administração proposta de oferta pública voluntária de aquisição da totalidade das ações preferenciais da Tele Norte Leste e da Telemar Norte Leste.

O mercado já começa também a se posicionar para a próxima semana, que conta com eventos importantes como a divulgação da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) e o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no primeiro trimestre.

Para ler a agenda do dia, clique [nN20455710]

Para ver a agenda de resultados, clique [nN19425081]

Veja como encerraram os principais mercados na quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar fechou cotado a 2,030 reais, com recuo de 0,20 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou com variação positiva de 0,11 por cento, a 48.762 pontos. O volume financeiro foi de 3,8 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros declinou 0,06 por cento, para 25.009 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria das projeções de juros caiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) julho de 2007 manteve-se em 12,27 por cento, enquanto o janeiro de 2008 recuou a 11,61 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia a 136,0 por cento do valor de face no final da tarde e oferecia rendimento de 5,54 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil caía 3 pontos, para 150 pontos-básicos, depois de cair para a nova mínima histórica, de 149 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 160 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

Os títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, ofereciam rendimento de 4,67 por cento.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt, Silvio Cascione, Juliana Siqueira e David McMahon)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host