UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

25/04/2007 - 17h51

Bolsa bate novo recorde; dólar ignora BC e cai a R$ 2,021

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 25 de abril (Reuters) - Dow Jones acima de 13 mil pontos pela primeira vez e Bovespa em novo recorde são os retratos principais de uma quarta-feira de otimismo entre investidores.

Das 58 ações que compõem o Ibovespa, apenas oito caíram nesta quarta-feira. Nos Estados Unidos, as bolsas de valores tiveram o respaldo de fortes lucros corporativos.

O Dow encerrou com ganhos de 1,05%, a 13.089 pontos, também ajudado por um relatório que mostrou encomendas de bens duráveis nos EUA acima do esperado.

"O mercado estava muito hesitante ao rondar o número de 13 mil, mas depois superamos (a marca) e atraímos algum volume", afirmou David Straus, administrado de portfólio do Johnston Lemon, em Washington.

No caso do Dow, 29 dos 30 componentes fecharam em alta.

No mercado de câmbio, o dólar caiu pela segunda sessão consecutiva, apesar do Banco Central em dose dupla: com leilão de swap cambial reverso e compras no mercado à vista.

A moeda norte-americana terminou no menor nível desde fevereiro de 2001, acompanhando o fluxo favorável de recursos ao país.

As projeções de juros também caíram, atentas à desaceleração do IPCA-15 em abril, que foi mais firme que o previsto.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quarta-feira:

CÂMBIO
O dólar fechou cotado a R$ 2,021, em queda de 0,69%.

BOLSA
A Bovespa encerrou com alta de 1,23%, a 49.675 pontos, após renovar o recorde durante os negócios com 49.815 pontos. O volume financeiro foi de R$ 3,73 bilhões.

ADRs BRASILEIROS
O índice de principais ADRs brasileiros avançou 1,69%, para 25.483 pontos.

JUROS
As projeções de juros voltaram a cair na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) janeiro de 2008 recuou a 11,57%, enquanto o janeiro de 2009 cedeu a 10,91%.

GLOBAL 40
O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, cedia a 136,0% do valor de face no final da tarde, e oferecia rendimento de 5,53% ao ano.

RISCO-PAÍS
No final da tarde, o risco Brasil recuava 2 pontos, para 147 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 156 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS
O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 4,65%, ante 4,62% no final da terça-feira.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt, Silvio Cascione e Juliana Siqueira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host