UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

26/04/2007 - 08h18

PANORAMA1-Ata do Copom é estrela da sessão

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 26 de abril (Reuters) - A divisão do Comitê de Política Monetária (Copom) dobrou a expectativa do mercado pela divulgação da ata da última reunião, nesta quinta-feira. O mercado está em busca de sinais sobre um corte mais agressivo no próximo encontro, agendado para junho.

A desaceleração acima do esperado do IPCA-15, anunciada na véspera, contribuiu para essa aposta e fez o mercado derrubar os juros futuros.

O IGP-M de abril, divulgado nesta manhã pela FGV, reforçou ainda mais esse cenário benigno para a inflação. O índice teve forte desaceleração e subiu apenas 0,04 por cento [ID:nN26465424].

A corretora Fator, entretanto, alerta para o otimismo do mercado. "Embora tenhamos revisto nossa opinião sobre a trajetória da taxa de juros, passando a considerar como mais prováveis cortes de 0,5 ponto percentual nas próximas duas reuniões e cortes de 0,25 ponto percentual até o fim do ano, não acreditamos que o Copom irá se comprometer demais com essa possibilidade", escreveu o economista-chefe da Fator, Vladimir Caramaschi, em relatório.

"Por conta disso, acreditamos que o documento poderá decepcionar a parcela mais otimista do mercado, provocando uma leve alta das taxas de juros no mercado futuro e alguma reação negativa na Bovespa."

O documento pode levar a bolsa paulista a romper a marca histórica dos 50 mil pontos ou, na ponta aposta, incentivar a realização de lucros que o mercado tanto espera.

Ponto importante para isso será também o rumo do Dow Jones <.DJI>, que na véspera ultrapassou 13 mil pontos. O mercado também deve guardar munição para sexta-feira, quando sai o PIB dos Estados Unidos no primeiro trimestre.

Entre as empresas norte-americanas que anunciam resultados nesta sessão estão 3M <MMM.N>, Exxon Mobil <XOM.N>, Ford <F.N> e Microsoft. Na noite passsada, a Apple disse que o lucro subiu 88 por cento no segundo trimestre fiscal, mais que o previsto.

No Brasil, o mercado digere os números de Brasil Telecom <BRTP4.SA> e Natura <NATU3.SA>, que também saíram na véspera. Nesta quinta-feira é a vez da Telemar <TNLP4.SA>.

Para ler a agenda do dia, clique [nN26313952]

Para ver a agenda de resultados de empresas, clique [nN25307819]

Veja como encerraram os principais mercados na quarta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar fechou cotado a 2,021 reais, em queda de 0,69 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou com alta de 1,23 por cento, a 49.675 pontos, após renovar o recorde durante os negócios com 49.815 pontos. O volume financeiro foi de 3,73 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros avançou 1,69 por cento, para 25.483 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

As projeções de juros voltaram a cair na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) janeiro de 2008 recuou a 11,57 por cento, enquanto o janeiro de 2009 cedeu a 10,91 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, cedia a 136,0 por cento do valor de face no final da tarde, e oferecia rendimento de 5,53 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 2 pontos, para 147 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 156 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia para 4,65 por cento, ante 4,62 por cento no final da terça-feira.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt e Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host