UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

02/05/2007 - 08h30

PANORAMA1-Mercado "recupera" dados dos EUA após pausa no Brasil

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 2 de maio (Reuters) - Os mercados brasileiros iniciam o mês nesta quarta-feira, ajustando-se ao noticiário econômico e ao desempenho externo da véspera.

Enquanto no Brasil era celebrado o Dia do Trabalho, nos Estados Unidos as bolsas de valores subiram e o Dow Jones <.DJI> atingiu novo recorde de fechamento. O ânimo veio da oferta da News Corp. pela Dow Jones e de dados fortes sobre o setor manufatureiro do país.

A News Corp. <NWS.N>, de Rupert Murdoch, fez uma oferta de compra pela Dow Jones & Co. <DJ.N>, proprietária do jornal The Wall Street Journal, por cerca de 5 bilhões de dólares. Um representante dos acionistas controladores da empresa disse, no entanto, que eles votariam contra a proposta.

O setor manufatureiro norte-americano mostrou força em abril. O índice do Instituto do Gestão do Fornecimento (ISM, na sigla em inglês) avançou mais que o previsto por economistas, mas sinalizou pressões inflacionárias --o que gerou preocupações.

Outro dado divulgado na terça-feira apontou que a venda pendente de moradias nos EUA caiu abaixo do previsto por analistas em março, repercutindo as turbulências no setor de empréstimos imobiliários de alto risco (subprime).

O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, concentrou um discurso no livre-comércio e afirmou que o efeito do comércio internacional sobre os empregos é nulo.

Nesta quarta-feira, outros indicadores darão pistas sobre a saúde da maior economia do mundo, como o de encomendas à indústria em março. A expectativa de analistas ouvidos pela Reuters é de um aumento de 2,5 por cento, depois do avanço de 1,7 por cento em fevereiro.

No Brasil serão divulgados os dados da balança comercial de abril. Os investidores também acompanham de perto os desdobramentos da aquisição do controle da Telecom Italia <TLIT.MI> pela Telefónica <TEF.N> no mercado brasileiro de telefonia.

Para ler a agenda do dia, clique [nN02448144]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O mercado esteve fechado devido ao Dia do Trabalho. Na segunda-feira, o dólar subiu 0,25 por cento, para 2,036 reais, mas acumulou queda de 1,2 por cento em abril.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa também não operou por conta do feriado nacional. Na segunda-feira, o Ibovespa caiu 0,55 por cento, para 48.956 pontos. Em abril, o indicador registrou ganho de 6,9 por cento.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 0,09 por cento na terça-feira, para 24.720 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

As projeções de juros encerraram em queda na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) na segunda-feira.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 135,9 por cento do valor de face no final da tarde de terça-feira, com rendimento de 5,53 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde de terça-feira, o risco Brasil recuava 4 pontos, a 152 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 162 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

Os títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, operava estável na terça-feira, com rendimento a 4,6 por cento.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host