UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

07/05/2007 - 11h41

Assessor de Wolfowitz deixa Banco Mundial em meio a crise

WASHINGTON, 7 de maio (Reuters) - Um dos dois principais assessores do presidente do Banco Mundial, Paul Wolfowitz, renunciou nesta segunda-feira, dizendo que não era mais possível ajudar efetivamente a instituição a avançar em sua missão em meio à atual crise de liderança.

Kevin Kellems, que trabalhou com Wolfowitz desde 2002 no Pentágono e no planejamento da Guerra do Iraque, disse à Reuters que está saindo "em busca de outras oportunidades".

"Com o clima atual em relação à liderança do Banco Mundial, é muito difícil ser eficaz para ajudar a instituição a avançar em sua missão", afirmou Kellems.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host