UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

08/05/2007 - 17h54

PANORAMA2-Dólar sobe por BC e Bovespa fecha estável atenta a NY

Por Daniela Machado

SÃO PAULO, 8 de maio (Reuters) - O Banco Central retomou a "ação dupla" no mercado de câmbio e fez o dólar subir levemente nesta terça-feira, um dia após a moeda norte-americana ter voltado ao menor nível em seis anos.

Na Bovespa, o principal indicador acompanhou Wall Street e terminou no zero a zero, anulando as perdas exibidas na maior parte do dia. A maioria das projeções de juros encerrou em alta, mas cresceu a aposta em corte de 0,50 ponto percentual da Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em junho.

A fraca agenda de indicadores do dia manteve o mercado na expectativa da decisão do Federal Reserve. A expectativa é de que o juro norte-americano seja mantido em 5,25 por cento ao ano na quarta-feira, mas alguns analistas acham possível o Fed abrandar o tom de alerta à inflação.

"Mais importante que o resultado será o comunicado emitido no final da reunião. Com crescentes sinais de melhora no front inflacionário, espera-se por um tom mais neutro, o que deve contribuir para a manutenção do bom humor nos mercados", comentou em relatório a SulAmérica Investimentos.

Menor pressão inflacionária norte-americana poderia abrir caminho para juro menor nos Estados Unidos --o que favorece a vinda de recursos ao Brasil.

Os principais índices de ações nos EUA também encerraram praticamente estáveis e mantiveram a cautela antes da decisão do Fed.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar fechou a 2,023 reais, em alta de 0,10 por cento. O BC anunciou, ainda pela manhã, leilão de swap cambial reverso. Perto do fechamento, o BC fez leilão de compra de dólares no mercado à vista.

BOLSA <.BVSP>

O índice Bovespa encerrou com variação negativa de 0,01 por cento, a 50.277 pontos. O volume financeiro foi de 3,9 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros cedeu 0,05 por cento, a 25.568 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria das projeções de juros encerrou em alta na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F). O contrato de depósito interfinanceiro (DI) janeiro de 2008 subiu a 11,50 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, avançava para 135,875 por cento do valor de face no final da tarde, e oferecia rendimento de 5,53 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil cedia 1 ponto, a 155 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 163 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia para 4,64 por cento, ante 4,63 por cento na segunda-feira.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt, Silvio Cascione e Juliana Siqueira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host