UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

17/05/2007 - 17h53

PANORAMA2-Em dia calmo e de ajuste, bolsa e dólar têm leve queda

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 17 de maio (Reuters) - Os mercados financeiros tiveram uma sessão mais tranquila nesta quinta-feira, com investidores aproveitando para realizar parte dos ganhos dos últimos dias. No câmbio, os bancos também ensaiaram um ajuste, mas o dólar caiu no fim do pregão.

A Bolsa de Valores de São Paulo chegou a registrar nova máxima histórica durante a tarde, aos 51.958 pontos, mas acabou perdendo fôlego.

O declínio das ações da Companhia Vale do Rio Doce <VALE5.SA> influenciou o fechamento negativo da bolsa paulista. Os papéis da mineradora recuaram em meio às perdas nos preços de metais no mercado internacional.

O espaço para o recuo do dólar pelo quinto dia consecutivo, e para a menor cotação em seis anos, veio com a atuação mais fraca do Banco Central. A autoridade monetária fez apenas um leilão de compra de dólares no mercado à vista, e aceitou menos de dez propostas.

"O BC novamente fez aquele único leilão de compra, de novo voltou a comprar pouco, e por isso o dólar fechou em queda", disse José Roberto Carreira, gerente de câmbio da corretora Novação.

Com os ajustes de posição do começo do dia, o dólar chegou a ser cotado a 1,966 real na máxima.

O mercado acionário norte-americano foi outro que oscilou entre ligeira baixa e leve alta ao longo do dia, mas o embolso de lucros prevaleceu no fim.

Entre os fatores que colaboraram para um fechamento negativo em Wall Street está a menor expectativa de um corte no juro dos EUA, depois de dados sobre pedidos de auxílio-desemprego e condições empresariais na região do Meio Atlântico.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,952 real, com baixa de 0,10 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,21 por cento, a 51.631 pontos. O volume financeiro foi de 3,98 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 0,29 por cento, aos 27.183 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) XXX na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 ficou em 11,33 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 ficou 10,48 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 135,5 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,57 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 5 pontos, para 143 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 154 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, recuava e o rendimento subia 4,76 por cento, ante 4,72 por cento no final da quarta-feira.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host