UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

22/05/2007 - 17h42

PANORAMA2-Agenda fraca motiva dia de pouca oscilação em mercados

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 22 de maio (Reuters) - Os mercados financeiros brasileiros cederam a discretas realizações e ajustes nesta terça-feira, em mais uma sessão de agenda econômica esvaziada.

Após fechar em novo recorde histórico na véspera, a Bolsa de Valores de São Paulo registrou leve baixa, mas se manteve acima dos 52 mil pontos. A queda foi contida pelo forte avanço das ações da Telemar <TNLP4.SA>.

Investidores continuam na expectativa da divulgação do edital da oferta pública de aquisição de ações (OPA) da Tele Norte Leste e da Telemar Norte Leste <TNLP4.SA> pela Telemar Participações <TMAR5.SA>.

No dia 20 de abril, o conselho de administração da Telemar Participações aprovou proposta de oferta para aquisição da totalidade das ações de ambas as empresas.

De acordo com as regras da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o ofertante de OPA sujeita a registro tem até 30 dias, a contar da data de publicação do aviso "que der notícia da realização da OPA", para protocolar o pedido na autarquia.

No mercado de câmbio, o dólar chegou a cravar nova mínima em seis anos durante os negócios, em 1,935 real, mas encerrou com discreta valorização, influenciado por ajustes de posições de tesourarias.

Jorge Knauer, gerente de câmbio do banco Prosper, lembrou que em dias de movimento mais fraco, qualquer ajuste de posição acaba impactando na cotação. Ainda assim, a perspectiva é de continuidade dos fortes ingressos no país, por conta da taxa de juro elevada, risco-país em queda e superávit comercial.

Com poucos indicadores para digerir no dia, os mercados monitoraram as notícias sobre as negociações entre autoridades dos Estados Unidos e da China.

Veja como encerraram os principais mercados nesta terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,944 real, com alta de 0,21 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,41 por cento, a 52.208 pontos. O volume financeiro foi de 3,9 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 0,60 por cento, para 27.760 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecham sem tendência comum na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 caiu a 11,30 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 subiu para 10,51 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 134,9 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,6 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 4 pontos, para 139 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 149 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia a 4,83 por cento, ante 4,79 por cento no final da segunda-feira.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host