UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

23/05/2007 - 08h28

PANORAMA1-Agenda ainda fraca mantém mercado na expectativa

Por Juliana Siqueira

SÃO PAULO, 23 de maio (Reuters) - A terça-feira foi bem calma nos mercados financeiros e se depender da agenda econômica desta quarta-feira, o dia não será muito diferente.

Investidores aproveitaram para embolsar lucros na Bovespa na véspera e o dólar encerrou com discreta alta, com atuação do Banco Central no fim do pregão.

Enquanto isso, o Tesouro Nacional vendeu pela primeira vez títulos indexados ao IPCA (NTN-B) pagando juros abaixo de 6 por cento ao ano. Na prática, isto significa dizer que o juro real garantido por títulos federais com vencimento até 2045 caiu ao patamar de 5 por cento ao ano.

A participação do chairman do Federal Reserve no evento sobre "Reconhecimento de Liderança" na noite da véspera não trouxe nada que possa gerar impacto sobre o mercado nesta quarta-feira, já que Bernanke não falou sobre economia ou política monetária.

Nesta quarta, o chairman do BC norte-americano participa de outro evento. Dessa vez, Bernanke estará no encontro promovido pelo Tesouro dos EUA com autoridades sobre as relações China-EUA, mas não há expectativa de comentários que mexam com o mercado.

Alguns dados econômicos podem ajudar os investidores a sairem do estado de "letargia" dos últimos dias na quinta e na sexta, mas a agenda das próximas semanas, que conta com divulgação da ata da última reunião do Fed (30 de maio) e reunião do Copom (5 e 6 de junho) são o foco principal.

Esses eventos podem clarear o cenário para o rumo do juro no Brasil e nos Estados Unidos. Aqui, o último relatório Focus mostrou que o mercado espera Selic de 10,75 por cento no fim de 2007 e a divulgação do IPC-S esta manhã não deve ter impacto nesta projeção.

Já a última pesquisa feita pela Reuters com dealears primários de Wall Street, feita na sexta-feira passada, mostrou que eles mantém a aposta em queda do juro, atualmente em 5,25 por cento ano ano, em algum momento de 2007.

Para ler a agenda do dia, clique [nN23458087]

Veja como encerraram os principais mercados na terça-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,944 real, com alta de 0,21 por cento.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em baixa de 0,41 por cento, a 52.208 pontos. O volume financeiro foi de 3,9 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros caiu 0,60 por cento, para 27.760 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) fecham sem tendência comum na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 caiu a 11,30 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 subiu para 10,51 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, caía para 134,9 por cento do valor de face, oferecendo rendimento de 5,6 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 4 pontos, para 139 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 149 pontos-básicos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia a 4,83 por cento, ante 4,79 por cento no final da segunda-feira.

(Reportagem adicional de Angela Bittencourt e Nathália Ferreira)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host