UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

24/05/2007 - 11h57

ATUALIZA-Equador ameaça pagamento da dívida, apesar de escândalo

(Texto atualizado com mais informações)

QUITO, 24 de maio (Reuters) - O Equador ameaçou nesta quinta-feira suspender o pagamento da dívida caso o desempenho do país seja prejudicado e os preços dos bônus despencaram.

"Se o serviço da dívida é uma ameaça ao desenvolvimento do nosso país, será anulado ou adiado", disse o ministro da Economia, Ricardo Patiño, à televisão equatoriana.

Um vídeo divulgado na segunda-feira mostrou Patiño fazendo comentários ambíguos em fevereiro sobre a influência nos mercados de dívida durante uma reunião em um hotel com representantes de uma empresa de consultoria. O vídeo esquentou comentários de manipulação.

Patiño argumenta que ordenou a filmagem secreta do encontro apenas três dias antes de um importante pagamento de cupom, em 15 de fevereiro, para mostrar como "os negócios com a dívida são feitos por um pequeno grupo de pessoas sem-vergonha".

Outras pessoas mostradas no vídeo negam as acusações de manipulação feitas por Patiño, afirmando que estavam recomendando um plano de reestruturação da dívida favorável ao mercado.

O presidente do Equador, Rafael Correa, e Patiño têm repetido a investidores promessas de suspender parte da dívida que consideram ilegal ou que foi contratada em governos anteriores vistos como corruptos.

Eles planejam criar uma comissão para auditar a dívida externa de 10,37 bilhões de dólares.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host