UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

28/05/2007 - 17h44

PANORAMA2-Feriados internacionais reduzem negócios no Brasil

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 28 de maio (Reuters) - Com feriados nos Estados Unidos, Alemanha e Grã-Bretanha, entre outros países, o volume de negócios nos mercados brasileiros diminuiu e os investidores voltaram-se às perspectivas favoráveis para a economia doméstica nesta segunda-feira.

A Bolsa de Valores de São Paulo subiu quase 1 por cento e fechou novamente acima de 52 mil pontos. Mas, pela primeira vez no ano, o giro financeiro na bolsa foi inferior a 2 bilhões de reais.

O câmbio acompanhou o tom do mercado acionário e o dólar caiu frente ao real, enquanto as projeções de juros recuaram.

"O que está sustentando é a perspectiva positiva de queda nas taxas de juro. O cenário local está prevalecendo", comentou Daniel Gorayeb, analista de investimentos da corretora Spinelli.

Ele lembrou também das recentes melhoras no rating do Brasil por agências de classificação de risco, o que favorece as apostas de investidores estrangeiros no país.

O Banco Central pesquisa a demanda do mercado para um leilão de swap cambial reverso na terça-feira, visando a rolagem de contratos que vencem em 1o de junho. O resultado da pesquisa sai às 18h30.

Embora a semana tenha começado com volume tímido e agenda econômica escassa, os investidores receberão uma série de indicadores nos próximos dias. Entre os dados previstos nos EUA estão confiança do consumidor, ata da última reunião do comitê de política monetária do Federal Reserve e índice de preços PCE, que podem dar sinais sobre o rumo da política monetária.

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,943 reais, com baixa de 0,46 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário ficou em 2,2 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em alta de 0,97 por cento, a 52.119 pontos. O volume financeiro foi de quase 1,6 bilhões de reais.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria de contratos de depósito interfinanceiro (DI) recuou na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 caiu a 11,35 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 cedeu para 10,61 por cento.

(Reportagem adicional de Silvio Cascione)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host