UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

13/06/2007 - 17h37

JP Morgan recomenda mais exposição a bônus de emergentes

NOVA YORK, 13 de junho (Reuters) - O JP Morgan está recomendando a investidores que se aproveitem da recente onda de vendas de bônus de mercados emergentes para aumentarem a exposição na classe de ativos, apesar do risco de possível aumento do juro pelo Federal Reserve mais para frente este ano.

O banco norte-americano argumentou em um relatório divulgado nesta quarta-feira que a forte recuperação do crescimento econômico global, e não inflação, tem sido o principal motor atrás da recente alta do rendimento dos títulos do Tesouro norte-americano.

Crescimentro global é frequentemente visto como fator positivo para exportações de economias emergentes, mas a forte alta nos rendimento dos Treasuries este mês gerou uma onda de venda de ativos mais arriscados e apagou todos os ganhos do mercado de dívida emergente em 2007.

Apesar da recomendação em bônus de países emergentes, o JP Morgan alertou que "elevações do juro pelo Fed e pressões inflacionárias no mundo no fim do ano permanecem uma ameaça".

A aposta do JP Morgan contrasta com posições mais cautelosas adotadas por outros analistas, que temem que os spreads de mercados emergentes aumentem à medida que o rendimento dos Treasuries continua perto das máximas em cinco anos.

Mesmo com a forte queda nos preços de dívida emergente, o spread médio do mercado estava em 159 pontos-básicos, apenas 10 pontos acima da mínima histórica de 149 pontos-básicos, segundo o EMBI+ <11EMJ>.

O JP Morgan também afirmou no relatório que mantém a previsão de que o spread do EMBI+ encerre o ano a 150 pontos-básicos, e que o rendimento do Treasury de 10 anos alcance 5,5 por cento.

Os bônus soberanos de dívida emergente devem encerrar 2007 com ganho de menos de 3 por cento, depois da valorização de cerca de 10 por cento de 2006, previu o banco.

Ainda segundo o JP Morgan, o fluxo de capital para dívida de mercados emergentes vai totalizar cerca de 25 bilhões de dólares em 2007, abaixo da estimativa inicial de 30 bilhões de dólares.

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host