UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

14/06/2007 - 17h38

PANORAMA2-Ânimo externo puxa recorde na Bovespa e queda do dólar

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 14 de junho (Reuters) - O mercado brasileiro teve uma quinta-feira otimista, com novo recorde na Bolsa de Valores de São Paulo <.BVSP> e queda do dólar <BRBY>.

As bolsas norte-americanas subiram e o rendimento dos Treasuries recuou das máximas em cinco anos depois que o núcleo dos preços ao produtor nos Estados Unidos (PPI, na sigla em inglês) teve alta de apenas 0,2 por cento em maio.

O resultado, segundo economistas, deve afastar a possibilidade de um aumento do juro norte-americano, o que havia trazido apreensão aos mercados estrangeiros.

"Os dados econômicos que saíram até agora nesta semana estão bons e o mercado está reagindo favoravelmente a eles. Hoje estivemos bem com o PPI", disse Stephen Carl, diretor do The Williams Capital Group, em Nova York.

Silvio Campos Neto, economista-chefe do Banco Schahin no Brasil, ponderou que o alívio do mercado com a economia norte-americana será testado nesta sexta-feira, com a divulgação de mais indicadores de peso.

Entre os destaques, estão o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) e os dados da produção industrial, ambos referentes a maio.

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada pela manhã, contribuiu para o bom humor do mercado local ao abrir espaço para novos cortes de 0,50 ponto percentual da taxa básica de juro, atualmente em 12,0 por cento ao ano.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,928 real, em queda de 0,87 por cento.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa avançou 1,36 por cento, a 53.712 pontos. Durante os negócios, o indicador alcançou o recorde de 53.797 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 4,54 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 2,15 por cento, aos 28.830 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) caiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 recuou a 11,18 por cento, enquanto o DI janeiro de 2009 caiu para 10,53 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 131,0 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,12 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 6 pontos, para 146 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 156 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> subiu 0,53 por cento, para 13.553 pontos. O Nasdaq <.IXIC> avançou 0,66 por cento, a 2.599 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento subia levemente, a 5,22 por cento no final da tarde, depois de recuar a menos de 5,20 por cento mais cedo.

(Com reportagem adicional de Juliana Siqueira e Daniela Machado)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host