UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

21/06/2007 - 17h48

PANORAMA2-Após manhã volátil, dado dos EUA acalma mercados

Por Nathália Ferreira

SÃO PAULO, 21 de junho (Reuters) - Um dado mais forte que o esperado sobre a atividade nas fábricas do Meio-Atlântico dos Estados Unidos acalmou os mercados nesta quinta-feira. As bolsas de valores fecharam em alta e o dólar caiu.

O início do dia foi volátil, com os ativos ainda acompanhando de perto o comportamento dos Treasuries. Preocupações sobre os empréstimos imobiliário de alto risco nos EUA e o mercado de crédito europeu pesaram sobre a manhã.

Mas no início da tarde, o Federal Reserve da Filadélfia divulgou seu índice de condições empresariais, que saltou de 4,2 para 18,0 em junho. O indicador fez com que os investidores relevassem o avanço do rendimento dos Treasuries.

"Quando o número vem bom, o mercado começa a baixar a poeira", disse Júlio César Vogeler, operador de câmbio da corretora Didier Levy.

As bolsas de valores na Europa ainda fecharam em queda, depois que um índice de referência do mercado de crédito corporativo subiu, indicando um aumento no custo de proteção contra default em bônus de empresas.

Na Bovespa, as ações da estreante Log-In Logística <LOGN3.SA> foram destaque, com alta de 14 por cento e giro expressivo. O índice Ibovespa acabou perto da máxima histórica de fechamento alcançada na segunda-feira.

O Banco Central atuou duplamente no câmbio, com leilão de compra de dólares no mercado à vista e leilão de swap cambial reverso, em que vendeu o equivalente a 1,526 bilhão de dólares para rolar um vencimento de swap reverso de 2 de julho.

Veja como encerraram os principais mercados nesta quinta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,917 real, com declínio de 0,57 por cento. O volume de negócios no segmento interbancário ficou em 3,24 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

A Bovespa encerrou em alta de 1,16 por cento, a 54.656 pontos. O volume financeiro foi de 4,54 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros subiu 1,84 por cento, aos 29.464 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) encerraram sem direção comum na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2008 recuou para 11,18 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 subiu para 10,42 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, cedia para 131,125 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,09 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil recuava 2 pontos, para 141 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 151 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI>, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,42 por cento, para 13.545 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq <.IXIC>, subiu 0,65 por cento, para 2.616 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, caía e o rendimento avançava a 5,2 por cento, ante 5,14 por cento na quarta-feira.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira e Vanessa Stelzer)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host