UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

16/07/2007 - 17h48

PANORAMA2-Dow tem recorde mas mercado esfria após série positiva

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 16 de julho (Reuters) - Os mercados brasileiros interromperam nesta segunda-feira a sequência positiva da semana passada. O dia foi de queda na Bovespa e avanço do dólar, apesar de o índice Dow Jones marcar novo recorde e se aproximar de 14 mil pontos.

Os índices Standard & Poor's 500 e Nasdaq caíram em meio a preocupações com o setor de crédito imobiliário de risco e com a alta do petróleo. A commodity bateu nova máxima em 11 meses nos Estados Unidos.

O Goldman Sachs divulgou um relatório prevendo que o preço do petróleo norte-americano pode atingir 95 dólares até o final de 2007 se a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) mantiver a produção no nível atual.

"Acreditamos que um aumento da produção na Arábia Saudita, no Kuweit e nos Emirados Árabes Unidos até o fim do verão (no Hemisfério Norte) é importante para evitar que os preços subam acima de 90 reais o barril no outono", completou o relatório.

Apesar disso, o Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, registrou novo recorde com o otimismo sobre a divulgação de resultados corporativos.

No Brasil, o dólar interrompeu a maior sequência de baixas do ano em meio a ajustes técnicos. A Bolsa de Valores de São Paulo teve o segundo maior exercício de opções desde 2000.

Veja como encerraram os principais mercados nesta segunda-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,871 real, em alta de 0,43 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 3,6 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa caiu 0,47 por cento, a 57.374 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 6,4 bilhões de reais, inflado por 1,97 bilhão de reais do exercício de opções.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 0,95 por cento, aos 31.586 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) mais longos subiram na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2009 avançou a 10,61 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 fechou a 10,62 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, subia para 131,44 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,025 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil avançava 2 pontos, para 157 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 170 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> ganhou 0,31 por cento, para 13.950 pontos. O Nasdaq <.IXIC> recuou 0,36 por cento, a 2.697 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> cedeu 0,19 por cento, para 1.549 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento caía a 5,04 por cento no final da tarde ante 5,097 por cento na sexta-feira.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira e Angela Bittencourt)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host