UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

20/07/2007 - 17h30

PANORAMA2-Ações abandonam recordes com lucros abaixo do esperado

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 20 de julho (Reuters) - A agenda de resultados corporativos disparou uma realização de lucros nas bolsas de valores nesta sexta-feira. No Brasil, o dólar reagiu com alta, mas o fluxo cambial positivo evitou uma valorização mais forte da moeda norte-americana.

Os resultados de empresas como Google <GOOG.O> e Caterpillar <CAT.N> frustraram os investidores ainda antes da abertura dos negócios em Wall Street.

Os lucros "vieram um pouco decepcionantes", disse Henry Smith, diretor-executivo da Haverford Trust, na Filadélfia. "Mas não vemos o movimento de hoje como outra coisa senão um recuo saudável", acrescentou.

Além disso, a tensão com o crédito imobiliário de risco nos Estados Unidos ganhou destaque novamente após comentários do presidente do Federal Reserve de St. Louis, William Poole. Ele disse que o estoque de casas à venda continua grande e vai continuar sendo um fator limitante para o crescimento do país.

A preocupação com a contaminação dos problemas no setor no restante da economia provocou também a alta dos preços dos Treasuries. O rendimento dos títulos, que variam de forma inversa, caíram para os menores níveis em seis semanas.

"Claramente, nós estamos mais perto de uma crise de liquidez e crédito", disse Fidelio Tata, estrategista de derivativos em juros do RBS Greenwich Capital, em Connecticut.

Acompanhando o mau humor no cenário externo, a Bolsa de Valores de São Paulo recuou mais de 1 por cento e desceu do patamar de 58 mil pontos atingido pela primeira vez na véspera. As ações da companhia aérea TAM <TAMM4.SA> recuaram pelo terceiro dia seguido após o acidente envolvendo um Airbus da empresa em São Paulo.

Já o dólar, influenciado pelo fluxo cambial positivo, teve uma reação limitada à piora de humor nos mercados globais. Mesmo assim, a moeda norte-americana fechou em alta, a terceira em quinze sessões no mês.

Veja como encerraram os principais mercados nesta sexta-feira:

CÂMBIO <BRBY>

O dólar terminou a 1,858 real, em alta de 0,16 por cento. O volume no segmento interbancário foi de 2,8 bilhões de dólares.

BOLSA <.BVSP>

O Ibovespa teve desvalorização de 1,17 por cento, para 57,442 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de xx bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS <.BR20>

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em baixa de 1,52 por cento, aos 31.597 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

A maioria dos contratos de depósito interfinanceiro (DI) subiu na Bolsa de Mercadorias & Futuros. O DI janeiro de 2009 foi a 10,73 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 encerrou a 10,76 por cento.

GLOBAL 40 <BRAGLB40=RR>

O título de referência dos mercados emergentes, o Global 40, recuava para 131.125 por cento do valor de face no final da tarde, oferecendo rendimento de 6,06 por cento ao ano.

RISCO-PAÍS <11EMJ>

No final da tarde, o risco Brasil subia 8 pontos, para 168 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 183 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones <.DJI> baixou 1,07 por cento, para 13.851 pontos. O Nasdaq <.IXIC> caiu 1,19 por cento, a 2.687 pontos. O índice S&P 500 <.SPX> declinou 1,22 por cento, para 1.534 pontos.

TREASURIES DE 10 ANOS <US10YT=RR>

O preço dos títulos do Tesouro norte-americano de 10 anos, referência do mercado, subia e o rendimento caía a 4,95 por cento no final da tarde.

(Reportagem adicional de Juliana Siqueira e Angela Bittencourt)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host